Tuesday, April 28, 2009

TWITTER NA EDUCAÇÃO


Enquanto alguns Prefeitos e Governadores proibem o uso de blogs e redes sociais nas escolas, já existem vários educadores que pensam e experimentam o uso do nanoblogging na Educação.

O twitter tem sido usado não somente para expressar sentimentos cotidianos, para dizer e comentar as pessoas estão fazendo, lendo, vendo e até comendo. O twitter tem servido também para marcar compromissos, agendar festas, reuniões e rodadas de cerveja.

No processo eleitoral mais importante do mundo atual, Barack Obama fez do twitter mais um nó de interação com seus apoiadores e, também, uma forma de informar a imprensa sobre o cotidiano de sua campanha. Vários twitteiros, tem usado as trilhas do twitter (#evento) para produzir microcontos e para cobrir eventos, palestras e desconferências.

O acesso ao twitter pelo celular (dificultado no Brasil pelo péssimo serviço da operadoras e pelas tarifas abusivas até do SMS) tem permitido um avanço enorme da convergência do nanoblogging com o cenário da mobilidade. O resultado é a presença do twitter na final de um campeonato de futebol às manifestações contra o G20.

Na rede, a prática dos usuários tem reconfigurado de modo marcante as aplicações e serviços que são lançados. Se isto for uma tendência, o twitter não será uma exceção. Mal começamos a descobrir o twitter e suas possibilidades. Percebo que a fronteira do twitter está na Educação. O nano blog pode ser usado no processo de ensino-aprendizado? Como reforçar o aprendizado com o twitter? Quais as melhores experiências? O que não deu certo? Podemos usar o twitter para discutirmos textos teóricos em grupo? Mas, qual seria a vantagem de sua interface?

Uma post interessante sobre este tema pode ser encontrado no blog my nonlinear. Lá podemos ler sobre uma experiência de uso educativo do twitter. Estou realizando um levantamento sobre as práticas educacionais e de aprendizagem com o twitter e outros microblogs. Quem quiser ajudar, me contate. Depois podemos analisar o material conjuntamente.

CONTATO no http://twitter.com/samadeu

17 comments:

Ricardo said...

As redes sociais são mais um exemplo do atraso na administração publica. Observe que enquanto empresas estão utilizando programas similares ao Twitter instalados internamente em redes restritas para desenvolver novos produtos o governo continua falando que a internet (nesse caso as redes sociais) são um mal do momento que causam atraso corporativo.

Ontem mesmo estava conversando sobre o tribunal estadual do Paraná e fiquei sabendo que ele não tem Orçamento! Estou fazendo um curso de Gestão de Finanças e mesmo eu que não sou economista sei que isto é tão básico que simplesmente não consigo imaginar como eles conseguem viver sem esta ferramenta.

PS: Notem que a matéria acima aparentemente fala da experiencia de uma canadense morando na Inglaterra, porem com certeza e infelizmente não é uma brasileira!

Anonymous said...

www.3a2007josemarcelino.
blogspot.com

Anonymous said...

o conhecimento pode flexbilizar e "burlar" decisões administrativas "burras" www.3a2007
josemarcelino.blogspot.com

André Egg said...

Cheguei aqui via Catatau.

Ainda não uso o Twitter, mas vou aprender esse negócio. Ainda estou me batendo um pouco, tentando usar meu blog como ferramenta de apoio ao meu trabalho como professor.

Só posso dizer que restringir o aprendizado à sala de aula é uma estultícia. Nem quero que os alunos vão na minha aula. Só espero que leiam os textos, façam os trabalhos.

E a internet é uma maravilha - um mundo de conhecimento disponível.

Compujob said...

Ótimo texto!Convido para visitar o blog da Compujob - http://www.compujob.com.br/lounge - que também sempre traz novidades sobre tecnologia, cultura e informação.

Sérgio Lima said...

Olá Prof. Sergio Amadeu,

Eu acho que existe muito hype em torno do Twitter, que é um grande gerador de ruído e pouca informação.

Mas produtivo seria a Escola incorporar o bom e eficiente e-mail, através de listas de discussão.

Um hype na escola iria atrapalhar mais do que ajudar! EMHO

abs

Márcia said...

Olá.
Também sou professora, e já trabalhei como assessora de imprensa, em revistas, editoras.

Tenho utilizado o blog, mas estou quase partindo para o twitter, tb. Esta experiência, de ser blogueira, acontece há 1,5 mês, e estou achando fantástico como as pessoas querem saber da mídia

Divulgo informações sobre educação, política e economia.
Os visitantes do meu blog são principalmente educadores, alunos, pais, jornalistas, enfim público generalizado.

Estive na reunião e fiz uma pequena matéria com fotos da Assembleia Legislativa na minha página.

Parabéns ao sucesso da manifestação.

Gostaria de colocar um baner da campanha contra a Lei do Azeredo.

Abraços
Márcia

ricardo aquino said...

Amadeu,
sou graduando de letras e estou desenvolvendo uma pesquisa sobre a utilização do blogger com suporte literário, acerca da teoria do estética do receptor. Esse é o começo da pesquisa: há uma possibilidade de findar em um projeto de construção de blog colaborativo pelos alunos e também utilizar o nanoblogging para a construção de conhecimento. Gostaria de manter contato, Os seus endereços estão salvos, mas caso queira entrar em contato, tenho um blog literário: www.proetalo.blogspot.com

com distinção
ricardo aquino

Anonymous said...

Interessante... A Agência Câmara abriu uma página no Twitter...

http://www.jusbrasil.com.br/politica/2693066/agencia-camara-posta-noticias-em-tempo-real-no-twitter

baixarjogos.blog.br said...

Muito bom seu blog, parabens!
Sucesso

giselerebelo said...

Exemplo interessante que aconteceu hoje mesmo comigo, foi o fato de eu ter chegado até teu twitter e posteriormente aqui em teu blog.

Sou estudante de publicidade e propaganda, e mediante uma disciplina de pesquisa, realizei uma pequena prática da técnica de netnografia através do twitter.
Pesquisei possíveis usuários foco, e iniciei minha pesquisa.
Através de um contato com o @alexprimo, você me foi indicado.

Creio que essa seja uma pequena e simples prova de que teu texto é totalmente verídico.

O twitter hoje mesmo, foi uma ferramenta essencial na minha pesquisa, fez com que eu me interligasse com variados perfis de usuários, fez com que eu aumentasse meu conhecimento - tanto teórico quanto prático - e ainda por cima, me possibilitou unir lazer com responsabilidade profissional.

As variadas facetas do Twitter, é que devem ser exploradas e aproveitadas. No momento que tu se dispõe a lançar micromensagens sobre sua vida pessoal, se lança à um caminho. Por outro lado, podemos nos basear pela linha profissional e educacional, e essa, nos renderá com certeza lucros bem mais valiosos do que somente o monetário, mas sim o intelectual.

Um grande abraço, sucesso!

Jaime Guimarães said...

"Enquanto alguns Prefeitos e Governadores proibem o uso de blogs e redes sociais nas escolas".

Estava referindo-se a Salvador? rssss

É frustrante. Eu descobri há pouco o twitter e gostei muito de algumas possibilidades de comunicaço e indexação de notícias e links diversos. Dá até para mobilizar pessoas em torno de um tema qualquer.

Se há como utilizá-lo na educação? Sim, há. O problema é que a educação, em boa parte, é (mal) feita ainda com giz e quadro negro manchado e com rachaduras. Não que o tradicional seja ruim, não é isso, o fato é que a escola é alheia ao que ocorre fora de seus muros. Sabe quem me falou pela primeira vez no twitter? Foi um aluno.

E assim vamos nós.

abs! E parabéns pelo texto!

reconquistar ex said...

Belo Blog - parabens





http://www.2chance.com.br
http://www.detetiveamoroso.com
http://www.seducao-conquista.com
http://www.dicasdeconquista.com
http://www.ajudasentimental.com.br
http://www.sejasedutor.com
http://www.sejasedutora.com
http://www.seducaomaxima.com

ANA ALAIR said...

Comecei a utilizar o twitter há poucos dias, com o objetivo de aprofundar-me na utilização das novas tecnologias na educação. Sou professora, da área de Letras, e atualmente estou afastada da escola, pois estou participando do PDE, programa de capacitação da Secretaria de Educação do Estado do Paraná. Estou desenvolvendo pesquisa sobre a utilização do poscast para trabalhar com gêneros orais. Tenho interesse em tb utilizar nanoblogging como ferramenta pedagógica. Tenho percebido que o twitter irá me ajudar bastante na minha pesquisa. Se você puder indicar-me algumas referências seria ótimo.
Abraços

thais said...

Estou iniciando o meu mestrado em linguística aplicada na UFPB em Joao Pessoa e meu projeto tem tudo a ver com o que você disse aqui. Gostaria de entrar em contato! Thais Garcia

thais said...

Pessoal, sou professora de inglês e mestranda em Linguistica Aplicada na UFPB em Joao Pessoa. Desde 2008 venho desenvolvendo atividades online com os meus alunos numa escola privada de ensino de idiomas. Tenho muitas idéias pra compartilhar, já escrevi algumas coisas sobre o assunto e gostaria de trocar informações sobre a prática de vocês com o "ensino digital". Existem milhares de questões que envolvem o uso da rede no ensino, tal como acessibilidade, infra-estrutura, questões sobre segurança na rede, além de questões de ordem política. E isso é só pra citar algumas, pois ainda tem muita barreira a ser quebrada com relação ao uso/aceitação/compreensão da rede mundial e o que ela representa na sociedade atual. Acho que muita água vai rolar e a luta pela democratização da informação tem que vir em primeiro lugar. Fico empolgada ao saber que tantas pessoas compartilham o mesmo interesse! É isso aí galera! abrax e entrem em contato! - Thais

thais said...

"Percebo que a fronteira do twitter está na Educação."
essa é pra quote and twitt!