Wednesday, October 15, 2008

DOAÇÃO? EVASÃO? O ACORDO M$ - GOVERNO ESTADUAL...

No cenário informacional as empresas vivem principalmente da conquista das atenções. Existe até estudos de uma economia da atenção. O governo de São Pauo jogou milhares de alunos e professores nas redes de atenção de uma empresa privada, ex-monopólio mundial de sofwtare para desktop e condenada por práticas anti-concorrenciais em seu próprio país e na Europa.

Se um banco doar gratuitamente seu repositório de contas para o governo, ele aceitaria? Claro que não. Ele teria que abrir uma licitação, pois o banco de varejo vive do número de correntistas e dos seus depósitos. No caso de empresas de rede, tais como o Hotmail, Google, Yahoo, elas vivem dos negócios gerados a partir do número de internautas que se tornam gratuitamente seus clientes e acessam suas páginas.

Quanto o ex-monopólio pagou para o governo de Estado de São Paulo por essas milhares de contas de e-mail?

3 comments:

Anonymous said...

...cadê o Tribunal de Contas? Cadê o Ministério Público?

labrador_{DM} said...

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo não aceita denúncias anônimas. O idiota, digo, denunciante deve deixar seus dados e endereço para que os pistoleiros o encontrem com mais facilidade.
O Tribunal de Contas da União, por sua vez, acata e investiga qualquer tipo de denúncia. Talvez isso explique a diferença entre as contas do estado de São Paulo e a Federação. Mas é só uma teoria.

Marco said...

Quanto o ex-monopólio pagou para o governo de Estado de São Paulo por essas milhares de contas de e-mail?

O Estado de São Paulo? Não sei. Mas 2010 está aí. Creio que uma olhada nas doações de campanha pode dar uma pista.