Sunday, March 15, 2009

A CULTURA DIGITAL É REMIX


A Indústria Cultural havia banido as práticas recombinantes do terreno da produção cultural legítima. Como se o original brotasse do nada, os intermediários da cultura inventaram a figura de um autor genial que inventava sem nunca copiar. No máximo, o criador recebia influências, mas sua inventividade brotava de uma condição acima da cultura em que estava inserido. Isso ocorria porque era necessário individualizar a criação para poder implantar um sistema de apropriação privada dos bens culturais que culminou na expansão do copyright.
A emergência das redes digitais permitiram que as práticas recombinantes ganhassem novamente destaque e assumissem um papel cultural de destaque. O remix, a colagem e a fusão de idéias são essenciais à criatividade.

Leandro Cianconi me enviou um link pelo twitter sobre um mashup sensacional. Visitei e confirmei a combinação de sons a partir de vídeos do Youtube. Imperdível:
http://www.thru-you.com/#/videos/

7 comments:

Carlota said...

Sérgio,
Enquanto te escrevo, estou te ouvindo em um debate no canal 11. Que postura corajosa você tem sobre a questão dos direitos de autor! Adorei! Concordo com tudo que vocÊ fala. Estava com saudades de sua inteligência. Andei te escrevendo no orkut. Você nunca me respondeu. Se você está zangado com alguma coisa que eu tenha feito, pelo menos me diz o que é. Meu email é reisboto@usp.br Se você puder, me responde, tá? E parabéns pela sua coragem de ter uma posição assim tão avançada. Um beijo tota

Anonymous said...

Realmente Sensacional!!!

Esse video tá no Gizmodo.

Cícero.goncalves2@hotmail.com said...

olá
Bom dia
MEu nome é cícero Gonçalves e trabalho para o jornal folha salvador.
gostaria de entrevistá-lo para pergunta ao senhor sobre os "cerco" aos que baixam músicas pela Internet
para contato envie email para Jornalfolhasalvador@hotmail ou

redacao@folhasalvador.com.br ou

Cícero.goncalves2@hotmail.com

desde já agradeço a atenção

Fernando Belucci said...

Essa guerra faz parte da revolução que dá em caminho para a evolução natural. Sabe, estudo ainda jornalismo mas sempre minha mente caía para a falência do capitalismo, e uma vez usei isso como teoria em sala: a mesma empresa que tem uma gravadora, é a mesma que vende os cd's virgens. ela tenta de todas as formas reter o dinheiro do publico que esquece que não é um polvo, só tem duas mãos pra segurar, mas na hora de culpar, não é sua ganância que conta, é o povo querendo não dar tanto do seu pouco pra alguém que já tem muito.

Ricardo Somera said...

Infelizmente perdi o Debate ontem na MTV. Um amigo meu viu e disse que foi interessante a discussão.
Quando tiver um vídeo no YouTube coloca aqui.
Abs

what the ƒ...? said...

Caro Sérgio Amadeu,

Estamos montando um grupo de reação não somente ao tal 'cerco' aos downloads de músicas que o colega da Folha de Salvador comentou aqui, mas em busca de propostas efetivas para um novo entendimento entre os atores envolvidos nesse conflito de direitos e liberdades, de discussão da cultura.

Apesar de ainda sermos poucos realmente dispostos a pesquisar e ir atrás de fontes, novos membros estão chegando e todos concordamos que seria de inestimável valia a sua orientação ao nosso modesto grupo. Alguém com o seu conhecimento e experiência pode nos ajudar com objetividade e praticidade.

Temos um msn e um documento no Google para troca de idéias e montagem de uma espécie de dossiê, no qual já temos algumas estratégias elencadas. Gostaríamos imensamente de contar com a sua contribuição.

Por favor, entre em contato pelo email flaviorenato@gmail.com.

Ah, vi o debate da MTV... Houve boas partes, mas no geral, deu agonia. rs

Abraços.

Conexão Cultura said...

Olá Sérgio!
Veio por meio deste comentário solicitar uma parceria de seu blog com o projeto Conexão Cultura, o qual é um projeto que visa o acesso a conteúdos relevantes por meio da internet, caso haja interesse entre em contato pelo e-mail conexaocultura@criax.com.br . Obrigada e parabéns pelo blog. :)