Tuesday, April 22, 2008

RETROCESSO NA BAHIA? GOVERNO FAZ ACORDO PARA EXPANDIR PODER DO EX-MONOPÓLIO?

Enquanto a maior parte dos programas de inclusão digital utilizam software livre, será mesmo verdade que o Governo da Bahia caiu no canto da sereia da micro$oft e assinou um compromisso de retrocesso naquele Estado?

Afetada pelo crescimento do GNU/Linux e da plataforma aberta, a micro$oft buscou oferecer licenças gratuitas para aprisonar os programas educacionais e de inclusão digital a sua plataforma proprietária. O ex-monopólio mundial de software anda até dizendo que aderiu ao open source. Desesperados os dirigentes da empresa de código fechado tentam adquirir o Yahoo para entrar no mundo das redes. No início dos anos 90, Bill Gates dizia que ninguém confiaria em uma rede que não tivesse "dono". Todavia, o desenvolvimento aberto e não-proprietário da Internet frustou os planos monopolistas de Gates e derrotou a micro$oft no mundo das redes. Hoje, a micro$oft aposta em seu lobby para tentar impedir o avanço da plataforma aberta.

Enquanto o Governo do Paraná e de vários outros Estados avançam na inclusão digital com software livre, será mesmo que o governo da Bahia vai se afundar no Vista? Será que eles vão para um software que exige alto processamento, enormes custos de anti-vírus e a elevação do gasto com hardware? Enquanto o governo federal avança na sua política de software livre que levou somente o Banco do Brasil a economizar mais de 50 milhões somente com o OpenOffice, será que algumas autoridades da Bahia se encantaram com o lobby do ex-monopólio mundial de software para desktop?

Será possível? Mas, até mesmo os Democratas em São Paulo recusaram promover a migração do software livre nos telecentros para windows. Todos sabem que inclusão digital com software proprietário é inviável por representar um grande desperdício de recursos escassos. Se for verdade é também irônico. Foi a gestão anterior que implementou na Bahia o projeto de inclusão digital com software livre. Será o PT que irá retirá-lo?

O pior é que se antes as pessoas acreditavam que os empregos estavam em quem sabia windows, hoje todos sabem que faltam profissionais que conheçam open source. Os empregos e oportunidades crescem muito mais no mundo do software livre. Por isso, o ato do Governo da Bahia seria ainda mais lamentável. Estranho estas pessoas "de esquerda" que se dizem favoráveis a socialização de bens materiais e são contra o compartilhamento do conhecimento. É com elas que ex-monopólio conta para tentar articular sua política tacanha de tentar voltar um dia a ser monopólio.

Veja o link com a matéria sobre o acordo do governo da Bahia com a micro$oft.


Veja o primeiro trecho da matéria:
"Salvador - A colaboração mútua para o desenvolvimento de projetos de inclusão digital na Bahia é o ponto principal de um protocolo de intenções que o governador Jaques Wagner e o presidente da Microsoft Brasil, Michel Levy, assinam, nesta quarta-feira (23), às 14h30, na governadoria (CAB)."

107 comments:

Anonymous said...

Opinião: O Governo da Bahia deveria ter bom senso ao planejar suas políticas de inclusão digital, pois dessa forma o que se faz é um "adestramento" de indivíduos para uso de tecnologias controladas por um monopólio internacional, desperdiçando a oportunidade de democratização real dos meios que levam à informação e ao estímulo de um mercado de tecnologia regional, sustentado por tecnologias livres. A Microsoft através da "doação" de licenças tem como objetivo real a monopólio intelectual - assim como aquele que existia/existe em relação ao mercado de software - dos individuos, não à integração desses a um mundo conectado por redes.

ryckado [A} gmail.com

Baboo said...

Sérgio, porquê vc teima em aprisionar as pessoas no software livre, encurralando-as em um mundo de programas limitados e poucas vagas de emprego (vide abaixo) ?

Dê a elas a liberdade de escolha que vc tanto defende e a chance de terem sucesso na vida !

1) Governo admite que a adoção do Linux é lenta:
http://info.abril.com.br/aberto/infonews/042008/18042008-14.shl

2) 73% dos computadores com Linux do Computador para Todos acabam rodando Windows pirata:
http://br-linux.org/linux/idg-now-computador-para-todos-73-dos-usuarios-trocam-linux-por-windows

3) Opção de Lula pelo software livre atrasa o país:
http://br-linux.org/linux/revista_veja_diz_que_adoo_ao_software_livre_saiu_caro_ao_pais_e_provocou_atrasos e http://veja.abril.com.br/170506/p_068.html

4) Sete motivos por que o Linux não terá sucesso em computadores desktop (leia e veja que o mundo real é diferente daquele que vc conhece): http://www.itweb.com.br/noticias/index.asp?cod=42421

5) Coisas que quase ninguém sabe sobre a Microsoft (Sérgio, leia e releia este artigo, pois ele acaba com boa parte dos seus eternos argumentos desatualizados anti-Microsoft, principalmente sobre o "compartilhamento de conhecimento"):
http://www.meiobit.com/artigo/coisas_que_quase_ningu_m_sabe_sobre_microsoft

6) Nem tudo é glamour: Migração Windows -> Linux -> Windows (escola apostou no software livre e se deu mal)
http://www.itwire.com/content/view/16721/1090/

7) Telecentros substituindo código aberto pelo Vista (pois Linux é inútil para deficientes visuais):
http://br-linux.org/linux/telecentros-substituindo-codigo-aberto-pelo-vista

8) Sobre vc afirmar que há mais oferta de empregos de software livre do que software proprietário, nada mais enganoso. Veja por exemplo as ofertas de emprego disponíveis na Catho:

Windows: 2.671 vagas disponíveis
Linux: 1.157 vagas disponíveis

Word: 4.162 anúncios
Excel: 8.091 anúncios
OpenOffice: 5 anúncios
Br-Office: nenhum anúncio
Star-Office: nenhum anúncio

etc etc etc ...

Sérgio, vc precisa ser menos psicótico e radical quando o assunto é Microsoft ;)

[]s

Baboo said...

Aliás, os computadores de baixo custo da OLPC agora terão Windows.

O próprio Negroponte confirmou que precisa do Windows nos computadores de baixo custo da OLPC para ter uma "base mais ampla":
http://info.abril.com.br/aberto/infonews/042008/23042008-16.shl

Sérgio, siga o exemplo dele: menos política e demagogia, e mais resultados REAIS para o problema de inclusão social ;)

[]s

samadeu said...

Baboo
Vc perdeu a noção. Pedir para eu não "aprisionar" a pobrazinha da micro$oft é, sem dúvida alguma, mais do que rídiculo. Como um bom fuuncionário da micro$oft (que agora contratou um publicitário como "evangelizador", imitando a Sun e a Apple) você exagera e trabalha com eufemismos. Seu post seria apenas ridículo se não fosse um típico exemplo da lamentável prática da mico$oft. Baboo é bom vc melhorar seus argumentos de distorção da realidade, do contrário poderá até perder sua posição no msn. Baboo não seja boboo. Todos sabem que quem aprisiona seus usuários com produtos que geram arquivos que não abrem em versões antigas é o ex-monopólio.

Vejam leitores, este é a forma que a mico$oft age. Por exemplo, ela pega o nome de uma linguagem aberta o XML e lança uma outra coisa para confundir duplamente, e chama de OpenXML. Primeiro, as pessoas pensam: open por que? Será que o XML não é open? Mas é evidente que o XML é aberto. Mas o tal do OpenXML é uma linguagem? Não é uma arremedo de padrão de formato de documentos.

É impressionante como Baboo rabalha com informações erradas. Os telecentros de SP não migraram para Vista porque o Vista é ruim e inviável. Além disso, o Vista encarece o custo do hardware. Para usar o Vista é preciso no mínimo 1 mega de RAM. Segundo, Baboo esquece sempre de ler a matéria seguinte. Ele não viu as declarações de recuo da Prefeitura de São Paulo.

Terceiro, todos sabem que Negroponte está dizendo isto para evitar que o lobby da mico$oft bloqueie o projeto OLPC como ela conseguiu até agora fazer. Ninguém melhor que Walter Bender e David Cavallo para te explicar como a mico$oft age dentro dos governos e universidades, ou seja, como ela aplica sua estratégia de aprisionamento e monopolização.

Quarto, a micro$oft está vendo que sua estratégia de levar autoridades para beijar a mão do Bill Gates está cada vez mais frágil. Ela combina suas velhas táticas com contratações a peso de ouro de ex-funcionários públicos e de pessoas influentes na comunidade de software livre. A última da mico$oft foi dizer que aderiu ao open software. O que está acontecendo, Baboo? Como fica as suas afirmações de que vcs nunca iriam para o modelo de liberdade e compartilhamento do conhecimento? Ou será que é mais um dos golpes da mico$oft?

Quinto, quem impediu a implantação rápida de software livre no governo federal foram as mesmas pessoas que dizem que ela é lenta. Estranho, né Baboo? Mas isto já vai passar porque Marcos Mazoni, presidente do Serpro, acaba de se tornar coordenador do comitê para implantação do software livre. O pessoal do aliado da mico$oft no Ministério do Planejamento foi deslocado. Agora, Babbo poderá ver porque as coisas não andavam.

Por fim, Babbo deixe de babooseiras. Desde do ano 2000, tenho montado vários telecentros. E a micro$oft, o gigante do software, quantos montou? Nenhum! Ela só doa licenças de seu software. Na verdade, ela é uma grade parasita. Ela deveria pagar para os projetos usarem seus softwares. Ela doa as licenças para manter sua base de usuários. Isto sim visa o aprisionamento. A micro$oft é um blefe, Baboo. E vc Babbo? Quantos telecentros montou? Piada. Vc e os seus monopolistas deveriam parar de bloquear a liberdade do conhecimento. Baboo, seus argumentos estão ficando infantis. Por exemplo, todo software precisa de suporte. Acontece que usando software proprietário vc paga o suporte e as licenças de uso. Quando você usa software livre você deixa de pagar pelo uso das licenças. É muito mais barato. Além disso, ao usar software livre vc reduz os custos com anti-vírus, tempo de máquina parada e outros custos do aprisionamento.

Baboo, vc deveria sugerir a micro$oft que parasse de bloquear a inclusão digital com seu modelo tacanho de alta lucratividade com base no aprisionamento dos usuários aos seus produtos.

Anonymous said...

Este Baboo é mesmo um imbecil. O argmento de que as pessoas não arrumam empregos se não usarem windows é uma das maiores mentiras que a microsoft divulga para se manter. Todos sabem que os empregos na área de TI crescem no terreno do open software. Saber windows e word não dá emprego para ninguém. Os garotos que aprenderam informática nos telecentros que usam Linux e Apache arrumam empregos com muito mais facilidade. Este Baboo é um mentiroso. Por que ele não diz que mais de 60% do mercado usa Apache, um software livre? Por que este Baboo é tão babão??????

Aaron said...

@ Baboo

Hi Baboo.

doesn the word ¨aprisionamento¨ have a definition?

look in the book ¨information rules¨ by carl shapiro and hal varian - you will find that it is not possible ¨imprisionar¨ someone with software where the code is freely available and accessible to users.

¨Imprisionamento" only happens when source code is closed - thereby preventing interoperability, transparency, and auditability. It is anti-competitive tactic used by many IT firms to retain control over their customers and the market as a whole. It becomes dangerous and inefficient (in economic terms) when a single firm or a small group of firms dominate the market. This is currently the case with the operating system and office productivity software markets where microsoft dominates to the exclusion of other firms and the prevention of open, fair standards.

Mis-appropriation of technical terms does not clarify debate and does not change reality. Please try to be more careful in your future comments.

Baboo said...

Sérgio, eu não sou funcionário da Microsoft e o que eu escrevo ou deixo de escrever aqui não interessa para ela. Eu trabalho com Windows há 21 anos, sou profissional premiado por isso, e tenho acompanhado de uma maneira mais geral o que acontece no mercado. O BABOO é um site independente desde que entrou no ar em 1999 e nós temos uma área no canal de Tecnologia do portal MSN, da mesma maneira que outros sites também têm..

Para mim a decisão da MS apoiar o SL faz com que ela aproveite o melhor do mundo do SL e do software fechado, enquanto vcs continuam presos a uma idéia e ao "adestramento de indivíduos" para torná-los militantes do SL. Com apoio de empresas que apoiam ou vendem/apoiam Linux & afins (como a Novell), a MS consegue entrar em um mercado aonde não entraria apenas com o Windows, podendo vender soluções para redes heterogêneas (que não são poucas no mercado).

O SL utiliza uma tática similar, mas mais primitiva: o Linux copia o visual do Windows para tentar atrair usuários desse sistema operacional, e os pacotes open-source Office copiam o visual do Word e Excel para atraírem usuários do MS-Office. Com isso, quanto mais usuários de outro sistema ou programa utilizar esses produtos, melhor.

"Enfiar goela abaixo" o Linux para os usuários, ignorando suas limitações óbvias (não rodar games nem aplicações comuns do mercado), resulta no óbvio: 73% deles trocam ele por Windows pirata. E não tem ideologia que impeça isso..

Alguns produtos da MS têm problemas com compatibilidade retroativa (como qualquer outro produto da Corel, Adobe, Autodesk e outras empresas), mas isso é muito melhor do que usar Linux, que torna incompatível 99,9% dos games e aplicações do mercado, limitando o seu uso..

O custo de upgrade de memória RAM p/ rodar o Windows Vista não pesaria no orçamento dos projetos em andamento, pois com o dinheiro do FUST (R$ 800 milhões por ano) já teria sido melhor empregado para isso ou outros gastos de informática. Infelizmente a demagogia do SL custa muito caro para o Brasil - e todos saem perdendo...

O SL no governo vai a passos de tartaruga pois certamente muitos estão vendo que vão gastar muito dinheiro para trocar seis por meia-dúzia. A revista Veja mostrou como o SL trouxe prejuízos para o Brasil. Só não acredita nisso quem não quer...

Sérgio, enquanto vc monta telecentros, o BABOO ajuda mensalmente 4,5 milhões de internautas a se manterem atualizados, além de ajudá-los a solucionar gratuitamente dúvidas de Windows, web, hardware, software, segurança & afins. Tanto vc quanto eu ajudamos a nossa comunidade da melhor maneira possível...

Eu concordo parcialmente sobre o que vc alega sobre a licença, pois usualmente o custo da licença não representa muito no custo final do projeto - ainda mais levando-se em conta que a MS dá descontos imensos para o governo, chegando a ter o mesmo custo do produto gratuito ;)

A Microsoft não é tão má assim: ela contribui com centenas de milhões de reais em impostos aqui no Brasil, dinheiro esse que ajuda a sociedade construir creches, hospitais e estradas. Quanto um produto gratuito recolhe de imposto mesmo ? ZERO !

E Linux é mais barato aonde ? Vc acha que economizar R$ 59 por ano c/ antivirus (caso vc não resolva utilizar um gratuito) e meia-dúzia de reboots compensa o tempo perdido para aprender Linux, além dos custos de suporte dele, tempo gasto com testes e usos de programas diferentes e muitas outras tarefas que não seriam necessárias com Windows ? Com o valor que vc paga por 2 dias de trabalho de um consultor Linux vc compra várias licenças de produtos MS válidas por anos, portanto alegar que o Linux é mais barato pois economiza a compra de software e licença não faz muito sentido. Como vc vê, os seus argumentos desatualizados não se sustentam por muito tempo com os meus "argumentos infantis" ;)

Vc diz que "todos sabem que Negroponte está dizendo isto para evitar que o lobby da micro$oft bloqueie o projeto OLPC". Todos quem ? Você ? Além disso, vc deveria comemorar isso, pois a criançada terá a "liberdade de escolha" que vcs tanto defendem! Porquê quando o assunto é Microsoft vc se torna monopolista do SL ?

Sérgio, eu não vejo a MS impedindo absolutamente nada na inclusão digital, pois esta continua acontecendo normalmente. O que eu vejo claramente é a sua postura e ideologia anti-MS agressiva e desnecessária. Basta ler que qualquer texto que vc escreve sobre a MS é acompanhado com termos agressivos, irônicos e pejorativos, além da grafia "micro$oft" típica de adolescentes ou zealots do Linux. Se vc odeia a MS, ok, mas o seu ódio paranóico por ela está impedindo que vc observe os detalhes com mais clareza..

Sobre o Windows e SL nos empregos, as infos da Catho e das demais empresas de emprego acabam com a teoria (demagogia? mentira? delírio?) de que SL dá mais emprego do que Windows - algo que também não faz muito sentido em um mercado aonde mais de 90% utiliza o SO da Microsoft. Sobre o Apache, ele é um bom produto (embora fraco em termos de segurança, pois tem muitas vulnerabilidades), mas seu uso tem diminuído bastante nos últimos meses, tendo hoje pouco mais de 50% segundo a Netcraft. De qquer modo, esse nro é totalmente irreal, pois para a Netcraft um server Linux com 5.000 sites conta como 5.000 instalações de Apache, algo que não faz sentido na contabilização de instalação física de webservers.

Aaron, a partir do momento que o SL é enfiado "goela abaixo" (seja no governo, no telecentro, nos computadores populares...), acaba-se com qquer justificativa que SL significa "liberdade" e o Windows significa "aprisionamento", pois ocorre justamente o inverso..

Sobre o fato de haver uma empresa com boa fatia do mercado de SO e produtos Office, a culpa é muito mais da falta de concorrentes do que da MS em si. Se 73% dos compradores de computadores com Linux trocam ele por Windows, isso significa que nem de graça eles querem o Linux. Não culpe a MS por isso ;) ....

Bem, pessoal, não esquentem muito a cabeça com essa discussão, pois ela não dará em nada: eu não vou convencê-los de nada e vcs não vão me convencer de nada. Usem-na apenas para vcs afiarem os seus argumentos pró-SL e anti-MS com alguém que não compartilha da mesma ideologia que vcs e tem muitas informações e fatos para apoiar isso :)

[]s

Baboo said...

BTW Negroponte colocou um discussão de uso do Windows no OLPC. Ele comentou que em nenhum momento o produto serviu para promover o Linux e que somente os "fundamentalistas desse SO" reclamam do uso do Windows no OLPC:

http://backofthebook.ca/technology/2008/04/negroponte-vs-open-source.html

[]s

samadeu said...

Babbo
Todas as mentes proprietárias respeitam seu enorme esforço de promover a ideologia do bloqueio do conhecimento, que para vc é a única forma possível de criação. Todos sabem também como a micro$oft patrocina suas causas.
Baboo, chega a ser cômico vc dizer que vai rodar windows XP ou Windows Vista no XO. Nas listas de discussão do OLPC, todos dizem que Negroponte pensa em neutralizar o bloqueio da micro$oft junto aos governos aderindo ao seus sistema opercional. Ocorre que a micro$oft irá fazer com o OLPC o que fez com o computador popular da AMD. Depois de aprisioná-la irá enterrar o projeto. Onde está o projeto do computador popular da AMD com a mico$oft, Baboo?

Piada. Vc diz em seu post que ninguëm irá convecê-lo. Isto é muito ruim, Baboo. Vc deve ter o mínimo de senso crítico para notar que seu software Vista é extremamente incapaz de rodar em hardwares de baixo custo. Baboo, nõa lute contra a realidade apenas para ganhar "medalhas de honar ao mérito" do ex-monopólio mundial de software. Seja um poquinho mais razoável Baboo.

Baboo said...

Sérgio, lamentavelmente vc tenta transformar qualquer decisão comercial em uma discussão ideológica barata, tentando lutar contra a realidade.

O cômico mesmo é vc argumentar que eu defendo o "bloqueio do conhecimento", quando na prática é isso que acontece para quem utiliza Linux!

Exemplo banal: uma escola que utiliza Windows em seus computadores tem a liberdade de instalar centenas de aplicativos para seus alunos aprenderem. Outra escola que utiliza Linux tem pouquíssimas opções, limitando as possibilidades de aprendizado dos seus alunos. Comparando os alunos dessas escolas, evidentemente os alunos da escola com Windows estão melhor preparados, pois tiveram acesso a ferramentas que a escola que usa Linux não tem.

Taí um exemplo simples e real aonde o Linux bloqueia o conhecimento humano, por mais que vc tente convencer o contrário.

É uma pena que vc seja tão bitolado com o SL a ponto de ficar cego diante de fatos tão simples. Você segue à risca o ditado "o pior cego é aquele que não quer ver"..

Essa é a nossa principal diferença: eu defendo decisões simples e práticas, enquanto vc defende decisões ideológicas e políticas.

Em relação ao OLPC, é lamentável vc dar mais valor a comentários anônimos de listas de discussão, do que informações objetivas do próprio criador do projeto. Como típico fundamentalista do SL, vc tenta transformar qquer notícia que envolva o Windows ou a Microsoft em algo anti-SL.

O Vista não roda em computadores de baixo custo mesmo e para eles existe o Windows XP. Eu nunca afirmei o contrário.

O PIC da AMD falhou por erro da própria AMD, que achou que venderia um "computador" sem monitor e baseado no Windows CE por $300, quando um computador completo custava $400! Depois eles baixaram o preço para $185, mas o produto já estava condenado. Ele fracassou pois era caro, nao tinha monitor e era lento.

Vc tenta infantilmente relacionar a Microsoft com qquer fracasso no mercado. Se isso fosse remotamente possível, porquê o Simputer, outro computador de baixo custo baseado em Linux e GPL também fracassou ??

Você deve ser mais razoável, Sérgio, pois Linux ou SL nem sempre são solução para tudo..

Já passou da hora de vc rever os seus conceitos. Agir como um agente anti-Microsoft utilizando argumentos ultrapassados p/ ganhar a simpatia do SL não é uma atitude coerente de alguém que dá cursos de pós-graduação, pois espera-se que no mínimo essa pessoa seja mais equilibrada...

samadeu said...

Baboo
Primeiro, você confunde software livre com Linux. Segundo, como seguidor que é da micro$oft vc tenta lançar a confusão. A discussão não é de produtos, mas de modelos de negócios. Não temos nada contra empresas, defendemos a liberdade tecnológica. Vc,sim é um bitolado. Vc é um defensor de um monopólio. Baboo, faça algo de mais útil. Utilize seus conhecimentos para a inclusão digital e não para divulgar "gratuitamente" a defesa de uma modelo de negócios, que segundo todos os economistas, baseia-se na negação de acesso ao conhecimento.
Terceiro, seus argumentos são falaciosos. Existem vários softwares proprietários que possuem boa qualidade e que ainda tem um desenvolvimento superior ao das comunidades. Acontece que com exceção da micro$oft, nenhuma destas empresas perdem seu tempo buscando barrar o avanço do compartilhamento e do movimento open software.
Quarto, eu uso dual boot, Linux e FreeBSD. Defendo o modelo de peer-production. Vc é que defende um único sistema operacional. Vc tenta passar sua condição funcional para os outros.
Caro Baboo, por fim, vc não deve estar bem informado, o XP não roda no OLPC. Outra coisa: quem te contou que foi a AMD que levou o PIC ao fracasso? É a posição oficial da micro$oft? Na verdade, a AMD ficou na mão de uma versão do windows que seria capaz de rodar em um hardware de baixa configuração. Acontece que a micro$oft tem um modelo de negócios fechado, impede a colaboração, e é extremamente burocrática e dependente de sua cúpula. Como a lógica do windows é obtusa, os técnicos da micro$oft não conseguiram fazer uma versão do windows que fosse capaz de rodar no PIC. O fato é que a micro$oft vai fazer o mesmo com o OLPC. Depois de evitar o uso de software livre, ela irá descartar o projeto. O compromisso da micro$oft é com a sua lucratividade e não com a Educação.

Baboo, leia:
http://ciberia.aeiou.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=id.stories/8263

Anonymous said...

depende mesmo, se a bahia fizer acordo com a ibm e a telefonica pode, ai pode

Baboo said...

A questão aqui não é a definição do Linux ou do Software Livre, mas sim as suas atitudes exageradas contra tudo que se refira ao Windows e Microsoft.

É infantil vc achar que eu "defendo um monopólio", quando eu defendo os *resultados* e a *liberdade* do usuário escolher o que ele quer usar, ao contrário de vc, que quer enfiar goela abaixo qquer aplicação SL por achar que a MS é a reencarnação do demônio.

Alegar que os meus argumentos são falaciosos é tentar me desacreditar diante de algo que vc se nega a aceitar: a inexistência de aplicações no mercado para o Linux, limitando muito os resultados obtidos em comparação com o uso do Windows. Isso por si só acaba de vez com a sua teoria conspiratória de que o Windows "bloqueia o conhecimento".

O bitolado aqui não sou eu, pois é vc que se recusa a ver qquer lado positivo do Windows ou Microsoft.

Se vc acha que eu não faço "nada de útil", então vc precisa sair do mundinho do SL, Telecentros & afins: o BABOO e Fórum do BABOO ajudam gratuitamente 4,5 milhões de internautas todos os meses.

Mas eu suponho que isso seja irrelevante para vc, pois qquer sitezinho meia-boca que ajude meia-dúzia de curiososos do SL tem mais valor do que isso, certo ? ;)

O seu argumento sobre "com exceção da micro$oft, nenhuma destas empresas perdem seu tempo buscando barrar o avanço do compartilhamento e do movimento open software" é no mínimo patético: leia um pouco mais sobre os formatos DWG (Autodesk), NEF (Nikon), iWork (Apple), RAW, entre muitos outros, e vc entenderá que o que vc escreveu é mais um ataque gratuito à Microsoft. Pelo visto a sua paranóia anti-MS e anti-Windows não tem fim...

O AMD PIC não deu certo pois ele não rendeu lucro para a AMD:

"AMD announced in its third quarter SEC filing that it has ceased the manufacture of their Personal Internet Communicator (PIC) product for emerging markets due to lack of material revenue."

http://www.engadget.com/2006/11/13/amds-pic-canned-as-olpc-production-begins/

BTW o Newton da Apple também não deu certo - e para vc isso também foi culpa da Microsoft, certo ? ;)

O Windows XP roda sim no OLPC. Ele está em testes desde o final de 2007: http://www.olpcnews.com/software/operating_system/windows_xo_child_centric_development.html

Se de acordo com a sua teoria conspiratória o simples fato de um computador rodando Windows CE não dar certo por causa do "modelos de negócios" fechado, então eu sugiro vc acessar http://www.windowsfordevices.com/ e aonde há centenas de produtos com esse sistema operacional, além de http://www.microsoft.com/windows/embedded/..

Se vc acha que o compromisso da MS é somente com o lucro, então está na hora de vc se atualizar:
http://www.microsoft.com/brasil/educacao/default.mspx e http://www.microsoft.com/brasil/corpinfo/ini_sociais.aspx.

Caso vc não queira acessar os links acima por considerar o site da MS "algo do demônio":

A Microsoft possui uma política de doações licenças de softwares para organizações sociais e instituições sem fins lucrativos, que atuam no campo da educação e da inclusão digital. Esta política foi elaborada com o intuito de contribuir com redução da exclusão social de indivíduos de comunidades de baixa renda, que não têm acesso às Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs).

Somente no ano fiscal de 2004, a empresa doou mais de US$ 2,5 milhões em licenças de software para 123 instituições comunitárias de todo o Brasil.

E por falar em compromisso com o lucro e dinheiro, vc não considera hipocrisia vc sair do IT justamente porque o Ministério do Planejamento cortou a sua verba para o SL?

http://info.abril.com.br/aberto/infonews/092005/12092005-8.shl

"Amadeu pediu para a ministra para deixar o ITI e sua saída já era aguardada. Ele vinha trombando nos últimos tempos com outras áreas do governo, na tentativa de acelerar a implantação de software livre. Era público o seu descontento com os rumos que o programa para adoção da plataforma de código aberto tomou depois que o Ministério do Planejamento anunciou corte de verba para o projeto"

E eu, que pensei que o seu compromisso fosse com a educação ;)

Sérgio, leia:
http://veja.abril.com.br/170506/p_068.html

[]s

samadeu said...

Baboo vc só podia ser mesmo leitor da revista Veja. Para bom entendedor teus amigos te bastam: Veja + micro$oft + mosanto.
Você é mesmo um apaixonado pelo monopólio!

Sai do governo para denunciar o bloqueio que o Minstério do Planejamento + Ministério do Desenvolvimento fizeram para garantir o poder do monopólio. Aliás, que saber quem sãqo os lobistas da sua empresa em Brasília? Peça para o seu pessoal contar o que o chefe da sua operação na ABNT disse sobre a reunião do governo no Itamarati sobre o OoXML. Prefere que eu conte?

Baboo, vc tem reputação é melhor não abaixar o nível para se igualar em quem contrata ex-funcionários públicos para interferir no governo.

Foi bom saber a posição oficial sobre a AMD. Obrigado, como sempre a mico$oft trabalha com o lema: "eu ganhei, nós empatamos e vocês perderam".

Baboo, proponha a mico$oft fechar o seu escritório de lobby em Brasília e aplicar os recursos na inclusão digital.

Baboo said...

Sim, eu leio a Veja pois ela é uma excelente revista, analisando os fatos de maneira bastante técnica sem puxa-saquismo.

Sinceramente eu não estou nem aí para qquer assunto sobre lobby, ABNT ou OOXML, pois como eu disse anteriormente, eu não sou político nem defendo uma ideologia: eu defendo *resultados*.

Eu me divirto em ver a sua reação ao saber que o PIC da AMD não deu certo pois o produto não vendia bem: mesmo que a MS não tenha nada a ver com isso, é claro que vc tinha que inventar algo para culpá-la disso ;)

Eu também acho curioso o fato de vc ignorar tudo que eu escrevi sobre os seus argumentos antiquados anti-Microsoft e anti-Windows. Vc não lê nem ouve o que os outros dizem. Não é à toa que vc trabalhou no governo ;)

Como eu escrevi anteriormente, já passou da hora de vc rever os seus conceitos. Agir como um agente anti-Microsoft utilizando argumentos ultrapassados p/ ganhar a simpatia do SL não é uma atitude coerente de alguém que dá cursos de pós-graduação, pois espera-se que no mínimo essa pessoa seja mais equilibrada.

Se vc quer melhorar o Brasil e mostrar na prática as vantagens do SL, ótimo, mas o radicalismo não é a melhor solução.

[]s

Aaron said...

Sorry, Baboo - you still aren't using the word "aprisionamento" in a way that is consistent with its definition.

Proprietary Lock-in cannot happen with free and open source software. By definition. End of story.

If certain machines are distributed with FOSS products as the default that is not "aprisionamento." By definition, it could never be "aprisionamento" because FOSS technologies do not lock-in their users.

You can continue to argue otherwise if you like, but in doing so you are propagating a very inaccurate claim.

In this regard, it is telling that you do not contest my definition of "lock-in," but rather resort to a counter-factual hypothetical situation. At the moment, the vast vast majority of the world's computers are distributed with proprietary software already installed. That results in lock-in. If a few organizations find it in their interests to create alternatives for their users, citizens, and customers I think it bodes well for the market and for users.

tchau!

samadeu said...

Baboo, pelos horários em que vc realiza seus posts não me parece que está se divertindo. Mas que bom, se isto estiver ocorrendo, pois é muito saudável quando podemos contar com um leitor assíduo dos nossos textos e idéias.

Baboo, vc que é leitor da Veja (notadamente um panfleto) e seguidor de um monopólio, talvez, um comedor de transgênicos, ou seja, e como todo conservador diz que não é ideológico. Que pena.

Primeiro, distorceu os fatos dizendo que o software livre aprisiona, quando todos sabem que é sua empresa que foi condenada em seu próprio país por praticar operações monopolistas.

Segundo, sua causa é de uma limitação absurda (será que é causa mesmo? ou é assalariamento??). Vc pratica neste blog a tentativa de inversão da realidade. A micro$oft acaba de ser condenada também na Europa por práticas anti-concorrenciais.

Terceiro, o fato Baboo é que a mico$oft não conseguiu fazer um software para rodar no PIC. Como grande anunciante da Veja, sua revista parece não ter nenhuma credibilidade para falar desses temas.

Quarto, o que vc acha da matéria abaixo, Baboo? Vc não acha um erro sua empresa fazer um grande lançamento do Vista e depois vc vir me dizer que os telecentros devem usar a versão ultrapassada do XP?

Baboo, continue se divertindo, leia:

"PC World: Windows Vista é a maior decepção de 2007

A prestigiada revista de informática norte-americana considera que os cinco anos de desenvolvimento gastos no mais recente sistema operativo da Microsoft deveriam ter resultado num produto superior.

O Windows Vista encabeça a lista elaborada pela revista PC World das 15 maiores decepções da indústria da tecnologia de 2007. O artigo começa por ressalvar que nem tudo é mau - os controles para os pais, as novas medidas de segurança, e o interface Aero são inclusões bem vindas, nota a publicação. A pesquisa melhorada e o superior suporte para redes sem fios, são também elogiadas.

Quanto aos defeitos, a PC World aponta o facto de o Vista ser mais lento que o XP, apesar de os requisitos de hardware serem superiores. Outro aspecto, actualmente minorado mas ainda existente, foram as incompatibilidades de software e hardware verificadas aquando do lançamento do Vista, em Janeiro de 2007, decorrentes da pouca urgência dos fabricantes em actualizarem os seus produtos para o novo sistema operativo.

As restrições impostas pelo User Account Control (UAC), que importuna os utilizadores em vez de os fazer sentir-se mais seguros, e o preço - 399 dólares para a versão Ultimate - são também criticados.

Por fim, a PC Word refere que algo vai mal quando, nos testes que efectuou, o computador portátil com melhor desempenho a correr o Vista tenha sido um Apple MacBook Pro, e lamenta que o Vista venha inevitavelmente a dominar o mercado dos PCs, devido a ser cada vez mais raro encontrar uma máquina em que não venha pré-instalado.

Link:
www.pcworld.com/article/id,140583-page,5-c,
techindustrytrends/article.html

Baboo said...

Sérgio, se vc verificar o meu IP vc verá que eu estou na capital mundial do divertimento e o fuso aqui é GMT-8.

Eu não sou leitor assíduo do seu blog e muito menos compartilho as idéias retrógradas e demagogias que vc defende. A minha participação aqui visa apenas tentar achar algo racional e justificável nos seus ataques gratuitos à Microsoft e Windows - algo que se torna mais difícil a cada dia.

Eu não sou "seguidor" de nada, pois eu não defendo bandeiras nem ideologias. Como profissional, eu apenas mostro com informações reais que o Windows e a MS não são tão demoníacos como vc tenta mostrar a todos. Os seus argumentos anti-Windows e anti-MS são ultrapassados e não fazem sentido no mundo atual (e muito menos para um professor de pós-graduação).

Mas a sua atitude é coerente com o seu passado: você foi comunista e já defendeu ardentemente ideologias que considerava corretas e intocáveis, para depois amadurecer e "cair na real" que aquilo foi um erro. o SL é apenas uma extensão da mesma atitude, embora eu concordo que o SL tenha algumas vantagens, da mesma maneira que o código fechado também tem.

Ao meu ver, o maior problema é que você deixa de levar qquer discussão que envolva o Windows ou a Microsoft a sério, pois para você o fato dela ter sido condenada por monopólio torna-a errada em tudo e vc certo em tudo. Nada mais infantil, né ? :)

A MS sendo monopólio não invalida o fato do usuário de Linux estar em um ambiente limitado, aprisionando-o no mundo com aplicações restritas.

Sérgio, me responda algo banal: se uma criança perguntar para você porque o amiguinho dela consegue rodar todos os programa da série "Coelho Sabido" (Windows) e o computador dele nÃo consegue rodar nenhum (pois usa Linux), o que você responderá para ela ? Que ela não tem as mesmas ferramentas de aprendizado do amiguinho dela pois a Microsoft é um monopólio e ela deve aceitar as limitações do Linux e ver isso como algo positivo ? :)

Como vc vê, você pode repetir até ficar rouco que a Microsoft é um monopólio, mas isso não muda o fato do Linux aprisionar os usuários em seu ambiente, limitando-os em diversos aspectos. Então no fundo quem está invertendo a realidade: eu ou você ?

Eu estou curioso como você utilizará a sua demagogia para responder a pergunta acima, uma vez que não existe nada no mercado similar a esta ferramenta de aprendizado.

Vc alega que "a Microsoft não conseguiu fazer um software para roda no AMD PIC", mas curiosamente o sistema operacional dele era Windows CE. Eu não sei se vc sabe, mas o Windows CE é da Microsoft :)

Sobre a matéria do Windows Vista, ele tem vantagens e desvantagens como qualquer outro sistema operacional, mas o maior problema da Microsoft é que o Windows XP é um excelente sistema operacional e ele não será desbancado da noite para o dia.

Quando o Windows XP foi lançado em 2001, as críticas eram absolutamente as mesmas: ele era mais lento e pesado do que o Windows 98, tinha problemas de compatibilidade de software e drivers, muitos criticaram o visual e as mudanças, e na época ninguém queria usá-lo. Somente três anos depois, com o lançamento do SP2, o XP deslanchou. O Windows Vista foi lançado há pouco mais de um ano e é natural que haja resistência na sua adoção. O Vista vendeu mais de 140 milhões de licenças e a sua participação no mercado continua crescendo, enquanto a participação do Windows XP continua caindo: http://marketshare.hitslink.com/report.aspx?qprid=11.. Evidentemente o crescimento do Vista será mais lento, pois há muito mais computadores hoje do que em 2001 e muitos não farão o upgrade pois simplesmente não há motivo para isso.

Uma observação curiosa é que a opção de downgrade de Windows p/ computadores novos existe desde a época do Windows 2000, mas todos acham que o Windows Vista é um "fracasso" e a Microsoft se "obrigou" a fazer isso. O downgrade existe e é necessário principalmente nas empresas, pois elas têm políticas rígidas para uso de software e hardware em seus computadores, e nem sempre o SO mais atual foi testado e homologado para uso.

Se vc lesse o teste da PC World, teria visto que o Mac foi o notebook mais rápido por algumas semanas no final de 2007, pois ele era um modelo recente da Apple, enquanto os PCs testados tinham configuração inferior ou eram mais antigos. Bastou a PC World atualizar os testes e o Mac caiu para a sexta posição, estando inclusive atrás de modelos de fabricantes poucos conhecidos, como Micro Express : http://www.pcworld.com/article/id,123729/article.html.

O maior problema dos computadores atuais não é o Windows, mas sim a imensa quantidade de crapware instalado pelos fabricantes, que só atrapalham a experiência do usuário. Se vc quiser comprar um computador decente que é mais barato do que os da Apple, que trucida todos os PCs e não vem com nenhum crapware, vá em www.alienware.com..

Sérgio, há anos eu devoro pinguins e maçãs em qualquer discussão séria. Você está começando a utilizar uma tática bastante conhecida para fugir do assunto: "quando acabam os argumentos técnicos, começam os ataques pessoais". Vamos manter a discussão no campo profissional ?

Embora vc não tenha citado nenhum argumento (uma vez que as suas respostas para tudo limita-se basicamente a informar que a MS é um monopólio), tentar me desacreditar pelo fato de eu usar produtos da Microsoft, ler a revista Veja e até citar até o que eu como ou deixo de comer não muda o fato do Linux aprisionar o usuário em um mundo limitado. Por favor não fuja do assunto.

Então: o que você responderia para a pobre criancinha que usa Linux ? :)

No aguardo.

samadeu said...

Baboo
Interessante. Vc está caindo em contradições. Leia seus posts, mas não se assuste. Babbo, a verdade não deveria irritá-lo. Sei que a causa de defender um monopólio é dura (ou será um assalariamento?), mas pense como pode ser positivo vc refletir um pouco mais e ser menos extremista na defesa de um produto qualquer (o Vista é muito ruim, Baboo).

Vc é tão contraditório que diz não ler o meu blog. Então, Baboo, o que vc está fazendo agora?

Por fim, Baboo, qualquer criança nos telecentros de São Paulo usa Linux há mais de seis anos. No Rio Grande do Sul, a professora Léia Fagundes utiliza Linux também. Em BH, desde 2003 as escolas ensinam com sucesso sobre Linux e FreeBSD. Na Bahia, os telecentros usam Open Office e vários jogos educativos do Ubuntu. Baboo, se vc está completamente aprisionado (no sentido pavloviano) e não consegue usar um software com interface superior, não fique triste, tente superar sua limitação.
Vc um dia conseguirá desligar o computador deixando de clicar no botão de iniciar (a micro$oft já aprendeu isto no Vista, pena que ele é muito lento e repleto de bugs).

Baboo said...

Sérgio, a minha pergunta não tem nada a ver com o que se usa no Telecentro. Não fuja da discussão com assuntos paralelos.

O que você responderia para a pobre criancinha que quer utilizar uma aplicação no computador dela, mas ela usa Linux e a aplicação não funciona nesse SO ?

Pq será que é tão difícil vc responder isso de maneira direta ? :)

No aguardo.

samadeu said...

Baboo, que bom que vc está se tornando um leitor cada vez mais assíduo deste blog. Bem vindo. Bom, a resposta a sua pergunta é muito simples: para usar um joguinho educativo, qualquer escola ou telecentro usa um dos muitos emuladores que rodam sobre Linux. Pensei que vc soubesse.

A comunidade de sotware livre não aprisiona ninguém, quem faz isto é o seu monopólio predileto.

Agora a pergunta: como garantir o direito de uma criancinha de abrir um documento de texto feito em um editor openoffice ou em qualquer software que não seja da mico$oft?

Restaria a ela ter que aderir ao monopólio? Aqui você percebe toda a estratégia de aprisionamento. Como usar um produto que não abre os arquivos da própria empresa? O XP não consegue abrir documentos feitos no Office que roda no Vista. Interoperabilidade zero.

Já o software livre OpenOffice abre qualquer arquivo do MSOffice, porque o software livre quer liberdade, quer interoperabilidade.

Baboo, para seu pensamento totalitário todos só deveriam usar windows? E isto não é aprisonamento? Piada, Baboo, seus argumentos são frágeis. Peça ajuda aos universitários.

Ah! o argumento das criancinhas já é velho Baboo. Foi usado pela direção anterior da mico$oft para tentar convercer a Prefeita de São Paulo a não utilizar GNU/Linux nos telecentros. Eles não te avisaram?

Baboo said...

Sérgio, o meu único interesse nesse blog é ver até aonde vai a sua paranóia anti-Microsoft e anti-Windows. E pelo visto, vai looooonge ...

A emulação é importante no Linux justamente para tentar livrar o Linux das suas limitações, mas se ela fosse a solução, usuários de Linux não fariam dual-boot com Windows para rodar games e aplicações que não funcionam no Linux. Com emulação ou não.

O Linux impõe limites aos usuários como qquer outro sistema operacional de pouco uso no mercado, como o MacOS, pois o mercado que trabalha nessas plataformas é menor. Ao menos a Apple foi esperta e permitiu o uso do bootcamp para que os seus usuários tivessem uma solução para superar as limitações do MacOS: rodar Windows.

OpenOffice ? Coitada da criancinha, Sérgio, pois ela merece algo melhor do que essa "cópia paraguaia" do Office. Mas não há problema algum: salve em qquer formato que o Office ou qquer outro produto aceita e pronto. Até txt, se ela quiser.

Se ao escrever "O XP não consegue abrir documentos feitos no Office que roda no Vista" vc alega que documentos criados no Windows Vista não abrem no Windows XP, isso não faz sentido algum. Se vc alega que os documentos do Office XP não abrem documentos do Office 2007 do Vista, isso também não faz sentido algum (que novidade...).

Quando foi a última vez que vc se atualizou sobre os formatos de arquivo do Office ? Em 1999 ?

Procure por "Pacote de Compatibilidade para Formatos de Arquivo do Microsoft Office Word, Excel e PowerPoint 2007" na web e vc verá que arquivos do Office 2007 podem ser lidos e salvos normalmente no Office 2000, XP e 2003. O Office 2007 salva inclusive no paleozóico formato o Office 97! E se vc utiliza as versões ainda mais antigas, basta vc usar os conversores para a versão 2000. Interoperabilidade total.

Isso sela de vez os seus argumentos demagógicos sobre "aprisionamento" nos formatos de arquivo, ou vc vai continuar achando que qquer pessoa normal usa OpenOffice e está preocupada com formatos de arquivo de um programa utilizado por 0,0000001% da população ? :)

Em nenhum momento eu argumentei que todos devem usar Windows. Aonde vc leu isso ? A idéia de enfiar goela abaixo o Linux para todos é sua, e não minha. Eu acho que o Linux tem o seu nicho, da mesma maneira que o MacOS e outros sistemas operacionais também têm. O Windows é quem claramente tem o melhor custo/benefício entre todos eles, mas isso é outra história.

Se os telecentros usam Linux, ok, mas saindo do "mundo encantado do pinguinzinho feliz" dali, as pessoas voltam ao mundo normal e usam Windows em seus computadores. Se 73% dos compradores de micros com Linux substituem ele por Windows, está na hora de vc tentar entender o motivo disso: l-i-m-i-t-a-ç-ã-o. Assim que essas pessoas vêem que o Linux é "bonitinho mas ordinário" por não rodar os games e os programas que eles querem, eles simplesmente vão para um SO que permite a liberdade que eles querem: o Windows. Eles não te avisaram ?

BTW é vc que deve pedir ajuda aos universitários para te explicarem pq as pessoas preferem substituir a versão 2008 do Linux do seu computador novinho e instalar ali uma versão pirata do Windows de 7 anos atrás (XP). Se vc não me dá crédito pelo que eu defendo, ok, mas ao menos seja humilde tentar entender porque isso ocorre, sem ficar repetindo que "a Microsoft é um monopólio".

Se nem de graça as pessoas querem o Linux em 2008, culpe o próprio Linux por isso - e não a Microsoft, o Windows ou uma decisão judidical de quase 10 anos atrás !

samadeu said...

Baboo, agradeço imensamente pela sua presença neste blog. Vc de fato é um grande colaborador e importante leitor.

Bom, primeiro, é notório que vc tem uma obsessão pela ex-monopólio. Espero que vc ganhe bem para defende-los. Caso contrário, trabalhar de graça para enriquecer um diminuto grupo de monopolistas é de fato muito estranho. Sua ideologia conservadora não seria preocupante, se sua causa tivesse alguma importância além de aumentar o lucro do monopólio.

Baboo, o que deve irritar muito é o fato que quebramos a reserva de mercado para sua empresa e agora vc magoado quer de todas as formas torná-la novamente um monopólio. Mas, este tempo acabou Baboo.

O próprio ex-monopólio está vendendo seu software com OpenOffice embarcado. E agora Baboo, o que vc irá fazer? Escreva para eles. Tente bloquear a interoperabilidade.

Baboo, vc está tão perturbado pela idéia fixa de defender o ex-monopólio que vc inverte em sua mente a realidade. baboo, quem impede que uma aplicação rode em outras plataformas não tem superioridade técnica, tem é medo da competição.

Baboo, a mico$oft vive do passado. Se a estratégia de tornar o OoXML padrão da OMC não der certo, o ex-monopólio terá como alternativa prestar serviço de suporte para softwares de qualidade como o FreeBSD.

Baboo said...

Sérgio, eu não tenho obsessão alguma com a Microsoft, tanto que eu já escrevi que para mim o Linux, MacOS e outros SO têm o seu nicho de mercado. Eu trabalho com Windows há muito tempo e eu não recebo um centavo para defender o que eu acho correto e corrigir os erros que vc posta.

Você, por outro lado, defende cegamente uma ideologia, tenta forçar a todos a segui-la, além de atacar todos que têm alguma relação com a Microsoft ou Windows, e ironizar e avacalhar qualquer tentativa de discussão séria. vc é o nosso "Hugo Chavez", pois se comporta como um ditador nessas situações, se negando a discutir seriamente, como se vc fosse o dono da verdade.

Como ex-comunista é de se esperar que vc acredite em idéias erradas, e odeie os EUA, a Microsoft e qualquer outro símbolo do capitalismo. Há 4 anos eu postei um artigo bastante detalhado sobre as suas atitudes perturbadoras no ITI em http://www.baboo.com.br/absolutenm/anmviewer.asp?a=11835.

Vc prefere ironizar, desviar a discussão, e ignorar qualquer fato real que coloque em risco o que vc acredita, perdendo tempo em tentar me desacreditar ao invés de termos uma discussão produtiva. Isso é aceitável em discussões com adolescentes, mas torna-se incabível para um professor de pós-graduação. A qualidade da educação brasileira já é suficientemente medíocre para aceitarmos que os nossos educadores tenham esse tipo de atitude quando confrontados com fatos que colocam em cheque o que eles acreditam..

Vc diz que a MS vive no passado, e por mais absurdo que isso possa parecer, aparentemente isso é bom, pois o usuário de Linux de 2008 prefere apagá-lo e utilizar o Windows de 2001. Como ter "medo de competição" se nem de graça as pessoas querem o Linux ? :)

E aonde exatamente está a minha "inversão da realidade", se o mercado mostra que as pessoas comuns que têm liberdade de escolha (fora dos telecentros) preferem apagar o Linux e usar Windows nos seus computadores ?

Obrigar o uso do SL através de decreto não contraria a sua ideologia de liberdade ? Isso é hipocrisia ou "inversão de realidade" ? :)

[]s

samadeu said...

Baboo. Que bom que vc além de cuidar do site da micro$oft consegue manter sua assiduidade aqui em meu blog.

Baboo, só há liberdade de escolha porque existe o movimento do software livre. Do contrário, o ex-monopólio que remunera o seu site continuaria sendo monopólio.

Vc é muito ingênuo, Baboo. Todos sabem que a mico$oft conta com o aprisionamento e com as técnicas de incompatibilidade programada. Por isso, muitas pessoas têm dificuldades para migrar e abandonar o mundo travado do windows. Mas é crescente o número de usuários de plataformas livres.

Além disso, no campo da mobilidade imagine se é possível usar windows Vista em um celular. Ah! Ah! Ah! Não é por menos que o mundo dos devices móveis é cada vez mais de softwares robustos e ágeis,tais como o GNU/Linux.

Baboo, responda por que amico$oft está falando tanto em open source. Por que? Por que a direção da mico$oft mudou vergonhosamente de posição?

Baboo, vc não usa o que é bom, vc não é um mero usuário d etecnologia, vc vive da mico&oft. Vc sabe que a tecnologia não é neutra. Sua empresa querida age para aprisinar pessoa e por isso, vc fica tão irritado quando vê sua tática ser desarticulada pela liberdade efetiva de uso.

Baboo, explique por que Bill Gates quer a expansão da pirataria na China? Por que distribui softwares gratuitos na escola? Explique o que ele disse sobre a China. Explique a matéria abaixo. Ou será que foram apenas babooseiras ditas pelo ídolo de sua corporação:

"Talking to other students, this time at the University of Washington’s business school students in 1998, he’s also quoted as saying:

"Although about three million computers get sold every year in China, people don’t pay for the software. Someday they will, though. And as long as they’re going to steal it, we want them to steal ours.

"They’ll get sort of addicted, and then we’ll somehow figure out how to collect sometime in the next decade."

The next decade is here and Gates is keeping his promise."

( http://p2pnet.net/story/1819 )

Anonymous said...

baboo, vc é chato demais! pq vc perde tempo aqui? essas diferenças são irreconciliáveis e esse pseudo debate q vc promove é puro palco. seu objetivo é fazer os outros perderem tempo.

Anonymous said...

baboo: "Sérgio, porquê vc teima em aprisionar as pessoas no software livre,"

baboo, ele exerce o livre direito dele de lutar por um licenciamento alternativo


baboo: " encurralando-as em um mundo de programas limitados e poucas vagas de emprego"

baboo, software nao serve só pra emprego, é conhecimento, comunicação!

baboo: "Sérgio, siga o exemplo dele: menos política..."

baboo, política agora é proibido? o que há de errado na política?


baboo: " e demagogia, e mais resultados REAIS para o problema de inclusão social ;)"

baboo, inclusão social sem política? isso non ecxiste!

baboo: "Sérgio, lamentavelmente vc tenta transformar qualquer decisão comercial em uma discussão ideológica barata, tentando lutar contra a realidade."

baboo, e vc é quem diz qual é a realidade? a realidade é também um bem monopolizado pelo mercado? ou a realidade quem faz é a veja? e lá o gov da bahi toma decisão comercial? a decisão lá é social e política.

Baboo said...

Sérgio, não há "aprisionamento" algum do usuário, pois hoje em dia qualquer usuário pode apagar o Windows e usar Linux, mas eles fazem justamente o inverso. Porquê será ?

Isso ocorre por causa das aplicações - e não por causa do sistema operacional, da ideologia por trás dele, da MS tendo sido considerada monopólio ou de qquer coisa similar.

O Linux tem muito menos aplicações do que o Windows, pois ele chegou tarde no mercado. Quando ele chegou, todos usavam Windows e os desenvolvedores já haviam criado milhares de aplicações para esse SO. Há muitos anos a Microsoft tem facilitado a vida do desenvolvedor comum com o Visual Studio, e do desenvolvedor de games com o DirectX. Nada mais natural que hoje ela domine o mercado também por causa disso..

Qual é o incentivo dos desenvolvedores criarem aplicações para Linux, se esse SO tem menos de 1% de uso no mercado e a imensa maioria da comunidade de usuários quer tudo de graça ? Não culpe o "monopólio" pelo SL ter um modelo de negócios falido por natureza. Me liste 500 empresas que lucram trabalhando somente com produtos de código aberto e eu te mostro 50.000 que fazem o mesmo com produtos fechados p/ Windows. Com isso, vc é ingênuo em defender a "liberdade" do SL, quando na prática o usuário de Windows tem muito mais opções do que o usuário de Linux. Esse "slogan" do SL é puro marketing.

ALém disso, o usuário não fará nenhum malabarismo p/ rodar os jogos e programas que ele quer no Linux, pois é muito mais simples apagá-lo e instalar o Windows ali. Ao contrário de vc e eu, 99,999% das pessoas não estão nem aí com a discussão SO x SO. Se o SO que ele usa não o satisfaz, ele simplesmente instala outro ali e pronto, se lixando para a ideologia por trás dele.

No campo da mobilidade, ninguém precisa do Windows Vista: a Microsoft tem o Windows Mobile para isso..

Eu já respondi anterioremente a sua pergunta "por que amico$oft está falando tanto em open source". A MS não mudou de posição, ela expandiu para ter o melhor dos dois mundos. Apoiando e entendendo melhor o SL, ela pode por exemplo colocar no mercado o System Center Operations Manager 2007, que monitora grandes redes heterogêneas, facilitando a vida do admin que cuida de redes com Windows, HP-UX, Solaris, Linux & afins. Defensores de ideologia como vc podem não ter gostado, mas o mercado gostou muito: 90% dos tomadores de decisão apoiaram a parceria Microsoft/Novell quando ela foi anunciada (http://www.moreinterop.com/press/FullStory.aspx?id=12)

Ao contrário do que vc alega, eu não me irrito nem um pouco com as pessoas usando outros SO que não sejam Windows: no Fórum do BABOO, por exemplo, existem avatares do pinguim e da maçã para usuários simpatizantes desses SO. Eles também podem utilizar assinaturas pró-Linux, pró-Mac e colocar links para sites desses SO sem problema algum, além de poderem postar dúvidas que envolvam dual-boot Windows/Linux. Por fim, há algum tempo nós deixamos de utilizar um script no menu no site BABOO, pois ele estava atrapalhando os usuários de Firefox, pois o site renderizava errado p/ eles. Como vc vê, eu não sou tão radical quanto vc imagina..

E novamente você inverte a realidade: é o Linux/SL que mudou vergonhosamente de posição, migrando para um modelo de negócios mais comercial com suporte pago, assinatura de serviços & afins. A Microsoft continua vendendo os seus produtos de código fechado..


O que vc não entendeu no que Gates falou?: se os chineses utilizam Windows pirata, ao menos a Microsoft terá uma chance de lucrar no futuro quando todos eles estiverem acostumados com ele. Se os chineses têm a "vantagem" de poderem roubar a Microsoft não pagando a licença, futuramente a MS poderá lucrar com isso, pois a base instalada de Windows será muito maior e o potencial de vendas de produtos para essa plataforma será maior.

Como "sociólogo", vc deveria saber muito bem que qquer produto que "cai nas graças" do povo perdura-se por anos ou décadas, seja ele Windows, OMO, Bom Bril, VW Gol ou o que for. Nem a Microsoft nem o governo Chinês conseguiam parar essa roubalheira, então ao menos Gates viu o lado positivo disso. Você acha que seria diferente se ao invés do Windows eles usassem Linux ?

Aliás, a China é um caso bastante peculiar, pois mesmo com o Red Flag Linux (uma distro patrocinada pelo próprio governo Chinês), o Windows sempre dominou mais de 90% do mercado dali. A pirataria só começou a diminuir quando a Microsoft mudou de tática comercial naquele país, investindo em tecnologia, abrindo código-fonte do Windows e aplicando regras comerciais específicas para os chineses.

A Microsoft conquistou a China por mérito próprio depois de 15 anos de esforços (e não por uma "prática de traficante" que jamais existiu) e a CNN/Money publicou uma excelente reportagem sobre isso em http://money.cnn.com/magazines/fortune/fortune_archive/2007/07/23/100134488/

Sérgio, aonde o Linux errou ?
2004: "O Linux, sistema operacional de código aberto representado por um pingüim, ganha cada vez mais adeptos no Brasil e em breve pode estar instalado em um terço dos computadores de toda a América Latina."
http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u15379.shtml

samadeu said...

Baboo, não fique tão nervoso. Não vale a pena. Afinal, o mundo é maior que a micro$oft, vc consegue escrever e falar sobre outras coisas.

Bom, o software livre avança e já está presente em mais de 70% das grandes empresas. Isto apesar do bloqueio empresarial do ex-monopólio junto aos fabricantes de hardware e do lobby da mico$oft.

Veja já em 2007:
"Mais de mil executivos de empresas dos mais variados segmentos de mercado, como manufatura, serviços, governo, finanças, agribusiness, educação e petróleo participaram da pesquisa, que verificou que o Software Livre está presente em 73% das empresas com mais de 1.000 funcionários, enquanto 31% das menores (até 99 funcionários) utilizam essa inovadora tecnologia."

(http://www.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=12555&sid=16)

O Linux cresceu e obrigou a mico$oft falando em open source e interoperabilidade. Não é verdade, Baboo? Vc já publicou notícias no seu portal Baboo. A mico$oft ainda não te enviou nada?

Baboo, só explique a enorme competência do Vista (que conseguiu piorar o que era ruim):

"O Windows Vista, o novíssimo sistema operacional da toda-poderosa Microsoft, foi considerado o pior produto de informática do ano por um eclético júri de especialistas brasileiros e estrangeiros ouvidos pela Folha ao longo deste mês. O resultado da escolha dos 27 jurados ecoa a seleção da revista norte-americana "PC World", que considerou o Vista a grande decepção do ano, e outras listas da imprensa especializada.

Apesar das vendas fabulosas --no ano fiscal de 2007, a Microsoft vendeu mais de 55 milhões de licenças do Vista--, houve forte reação desfavorável. E a Microsoft acabou aceitando o downgrade --a desatualização, a volta atrás: se você comprar um PC com Vista e não gostar, pode trocar o sistema pelo antigo Windows XP.

A própria Microsoft avalia: "Francamente, o mundo não estava 100% pronto para o Windows Vista", disse o vice-presidente corporativo da empresa, Mike Sievert, em entrevista à imprensa dos EUA.

Quem também não agradou foi a TV digital, que levou o segundo lugar como pior produto, com sete votos no júri Folha. É fácil entender: apesar das imagens mais bacanas, ela chegou ao Brasil capenga e cara. Por enquanto, os especialistas recomendam não embarcar no novo sistema.

Completam o pódio dos piores, empatados com cinco votos, o Second Life, os serviços de banda larga no Brasil e o Palm Foleo --um subnotebook com Linux que foi anunciado no primeiro semestre e teve seu lançamento cancelado.

No extremo oposto, o grande vencedor como melhor produto do ano foi o iPhone, o celular da Apple controlado pela tela. Mas ele também aparece na lista dos piores, por causa da venda vinculada, nos Estados Unidos, à compra de um pacote de serviços da operadora AT&T."

fonte:folha"
(http://www.adrenaline.com.br/forum/softwares/174639-juri-escolhe-melhor-iphone-pior-windows-vista-de-2007-a.html)

Responde logo, Baboo!

Anonymous said...

Sérgio, olha só o que o cara da microsoft diz sobre o fracasso do Vista:

"Francamente, o mundo não estava 100% pronto para o Windows Vista", disse o vice-presidente corporativo da empresa, Mike Sievert, em entrevista à imprensa dos EUA."

Quando eles erram é o mundo que está errado.

Baboo said...

Fique calminho, Sérgio, pois todos já notaram que vc fuge de todas as minhas perguntas, mudando de assunto constantemente. Eu fico muito feliz com isso, pois mostra que as suas idéias retrógradas e demagógicas chegaram em um beco sem saída :)

Pelo visto nem vc lê o seu próprio blog: eu respondi sobre o "downgrade" do WinVista em uma das minhas postagens acima. Ele existe desde o Windows 2000 e não é novidade alguma. Somente jornalistas que não conhecem o assunto postam aberrações como "(...) e a Microsoft acabou aceitando o downgrade". Mais informações lá em cima..

A frase mais esclarecedora da pesquisa citada (pesquisa essa que foi patrocinada pela IBM e RedHat) é "No entanto é preciso ressaltar que apenas 7% dos entrevistados assumiram usar o software livre em todos os seus servidores.", comprovando definitivamente o que eu escrevi anteriormente: o SL é um nicho de mercado.

Além disso, é divertido ver que o próprio site do Instituto Sem Fronteiras (ISF), que fez essa pesquisa, funciona sob Win2000 :)

Aliás, qual é a definição de "usar SL" ? Eu imagino que se apenas uma secretária roda o OpenOffice no Windows XP dela, dentro de uma empresa com milhares de estações, isso conta como "mais uma empresa aderindo ao SL", certo ? (eu não espero resposta, pois vc não responde nada mesmo)

O Windows Vista é um SO excelente, mas não é fácil substituir o Windows XP: até mesmo vc sabe disso, pois 73% dos compradores de computador com Linux pré-instalado apagam ele e instalam Windows XP ali. O fato do Vista precisar de um computador relativamente rápido também não ajuda a sua adoção imediata, mas nada disso é novidade.

Quando o Windows XP foi lançado em 2001, as críticas eram absolutamente as mesmas: ele era mais lento e pesado do que o Windows 98, tinha problemas de compatibilidade de software e drivers, muitos criticaram o visual e as mudanças, e na época ninguém queria usá-lo. Somente três anos depois, com o lançamento do SP2, o XP deslanchou.

O Windows Vista foi lançado há pouco mais de um ano e é natural que haja resistência na sua adoção. O Vista vendeu mais de 140 milhões de licenças e a sua participação no mercado continua crescendo, enquanto a participação do Windows XP continua caindo: http://marketshare.hitslink.com/report.aspx?qprid=11..

Evidentemente o crescimento do Vista será mais lento, pois há muito mais computadores hoje do que em 2001 e muitos não farão o upgrade pois simplesmente não há motivo para isso..

Ao menos eu respondo as suas perguntas, Sérgio. Eu sugiro vc começar a fazer o mesmo :)

samadeu said...
This comment has been removed by the author.
samadeu said...

Como sempre tenho respondido as provocações de baboo. Algumas são boas provocações, outras são ingênuas e outras fazem parte dos chamados FUDs, bem conhecidos, lançados pela micro$oft (que nem nisso oi original, pois quem utilizava no passado a mesma estratégia era a IBM).

Então,vamos esclarecer mais uma vez o nosso assíduo Baboo. Irritado, Baboo diz que a micro$oft enfrentou problemas de migração igual. Claro toda a mudança exige adaptações. Agora, imagine quando a estratégia de aprisionamento dos usuários aos seus produtos é tão poderosa que a própria empresa se vê enrolada em suas tramas. O problema é que Baboo sabe que com o Vista é diferente. Por isso, Baboo ficou tão irritado quando denunciei a estratégi a miico$oft com o governo da Bahia. O ex-monopólio precisa do Estado para viabilizar seus produtos, ous eja, precisa de grandes compradores que ajudem a fidelizar e aprisionar mais uma vez seus usuários. Depois presos a um produto que é ruim mais que evita a comunicabilidade e a interoperabilidade, ele exige que as empresas fiquem reféns de suas atualizações.

As empresas já perceberam isto e estão buscando alternativas ao modelo proprietário. Agora, Baboo tem razão em uma coisa: a migração começa pelo produto mais fácil de superar que é o Office. Foi assim no Banco do Brasil. Já migraram todas estações e economizaram mais de R$ 1500,00 de licenças da suite de escritório. Prá que pagar a micrp$oft se o Banco do Brasil pode fazer tudo que necessita sem gastar com licenças de software? Só para manter o patrocinador do site do Baboo?

Por fim, Baboo disse que o site que divulgou a pesquisa sobre o uso de software livre nas grandes emrpresas roda em windows. Qual o problema disto? É um site jornalistico qualquer. O duro é ver a microsoft ter suas ações caindo e oscilando na Bolsa de Nova York (www.nyse.com) usando Linux. O duro é ver a cada mês que a performance de estabilidade e segurança do Linux ser a que lidera os principais rankings.

Baboo, explique porque os sites mais estáveis rodam Linux?
Não sou eu quem está dizendo, são os analistas da insuspeita Netrcraft. Responda Baboo?

"NaviSite is the Most Reliable Hosting Company Site in April 2008
NaviSite was incorporated in 1998 and provides application solutions and hosting services using its web infrastructure platforms in 18 data centers. The company recently announced an alliance with Intel Corporation to offer a suite of managed services through Intel's value added reseller community.

NaviSite's performance is followed by DataPipe, which made 11 appearances in the top ten last year. Last month's most reliable hosting company site, INetU, appears in third place this month.

Three of April's top ten hosting companies, including NaviSite, run Linux on their main sites, while another three use FreeBSD. One company uses Windows Server 2003."

Fonte: www.netcraft.com

Baboo said...

Lá vem o Serginho com as suas informações desatualizadas da sua cartilha anti-demoníaca sobre o Windows e a Microsoft.

A partir de agora eu serei mais direto nas minhas respostas, pois como bom político, vc não responde nada e foge das pergunta que não te interessam. Vamos lá:

1) Ao contrário do que vc alega, vc não responde as minhas perguntas (que vc inocentemente chama de "provocações"). Vc só respondeu duas das várias perguntas feitas. Basta ler acima.

2) A Bahia quer o Windows ao invés do Linux. Vc pode achar isso mais uma "obra do diabo", mas outros chamam de "liberdade de escolha" (que é aquilo que vc defende somente quando te interessa)

3) A Microsoft não patrocina o site BABOO. Nós publicamos campanhas de marketing da Microsoft da mesma maneira que já publicamos propagandas da IBM, Caixa Econômica e outras grandes empresas.

4) 73% ds usuários de computadores novos já perceberam as limitações do Linux estão buscando alternativas a este modelo limitado.

5) Ações da MS: FUD. As ações da Microsoft oscilam na bolsa como qquer outra ação de empresa de tecnologia, sendo que elas continuam sendo altamente recomendadas pelos analistas. Acesse www.nasdaq.com, coloque MSFT e clique em Stock Analysis.

6) Linux mais seguro do que Windows ? FUD. Atualize-se: em 2007 o RedHat Linux teve 5x mais falhas do que o Windows: http://news.zdnet.co.uk/security/0,1000000189,39292173,00.htm. E nesta semana o Linux mostrou ter sérios bugs no kernel: http://blogs.zdnet.com/security/?p=106

7) Empresa de hospedagem = indicação de "site estável" ? FUD. A lista mostra que em Mar/08, das 10 empresas mais "estáveis" (sic, por ser definição sua), 3 usam Win2003, 2 usam Linux e 2 usam FreeBSD (http://news.netcraft.com/archives/2008/04/14/inetu_is_the_most_reliable_hosting_company_site_in_march_2008.html). Para um bom conhecedor de TI, na prática isso não indica absolutamente nada, pois o tempo de uptime de um servidor depende de diversos fatores muito mais decisivos do que o SO em si. Atualize-se.

8) Notícia de 2004 em http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u15379: "O Linux, sistema operacional de código aberto representado por um pingüim, ganha cada vez mais adeptos no Brasil e em breve pode estar instalado em um terço dos computadores de toda a América Latina." Aonde o Linux errou, Sérgio ? Responda.

samadeu said...

Prezado Baboo, tenho respondido todas as questões que vc apresentou. Até porque são bem antigas. São FUDs da micro$oft que foram apresentados em S.Paulo e em Brasília. Você é que está bem desatualizado (isto é bem ruim para quem tem um site de tecnologia).

1) Sobre a questão que mais te interessa. Não houve erro nenhum sobre a minha declaraçào do avanço do software livre. Ele cresceu no Brasil (e por isso, a mico$oft e vc ficaram tão irritados comigo). Eu só ajudei um pouco a disseminação do software livre. Eu participei da quebra da reserva de mercado que havia no governo federal para produtos de uma única empresa e para o software proprietário. Além disso, enquanto pessoas patrocinadas pela mico$oft se limitavam a disseminar incertezas e FUDs, implantamos centenas de telecentros com software livre. Vocês diziam que não iriam funcionar. E funcionou. Reduzimos custos. Implantamos thin clients que rodam até hoje em vários municípios do Brasil. Ao invés de pagarmos licenças de propriedade desnecessariamente e gastarmso muito dinheiro dando suporte em várias máquinas implantamos um sistema barato e ágil. A micro$oft se irritou. Ela queria manter-se monopólio. Não conseguiu. Por isso, vc frequenta o meu blog e escreve muitas babooseiras.

2) Se com toda técnica de aprisionamento e custos para evitar a mudança de plataforma que a micro$oft impõe aos seus usuários, ela própria não consegue fazer as pessoas usarem o Vista, seu último lançamento, nós estamos indo bem na implantação de software livre. Estamos tão bem que até a micro$oft teve que aderir e depois de nos combater ferozmente, recuou e agora diz que é open source.
Além disso, apenas uma única pequena empresa de software livre, a Insigne de Campinas, já distribuiu apenas no programa PC conectado mais de um milhão de máquinas com software livre, Gnu/Linux, Open Office e outros. Veja:
http://www.b2bmagazine.com.br/web/interna.asp?id_canais=4&id_subcanais=19&id_noticia=20624&colunista=1

3) O Governo da Bahia não está dando liberdade de escolha a ninguém. Onde só existia monopólio, utilizar software livre é que garante a saudável, justa e barata concorrência. O governo da Bahia irá sim recolocar o ex-monopólio na condição de monopólio. O que o governo da Bahia devia fazer era cobrar para treinar professores com software do monopólio, pois é o uso no Estado nas escolas que garantem a massa crítica para a manutenção da posição majoritária da mico$oft.

4) A estratégia do ex-monopólio, a micro$oft, é se viabilizar através de grandes compradores, principalmente governos. Por isso, tem escritórios de lobbies em Brasília e nos principais Estados. A micro$oft precisa da Bahia. Tentarão enfiar o Vista nas administração e gerarão um custo desnecessário. Além disso, terinar professores em uma plataforma que está avaliada como trágica pelos principais analistas é, de fato, um equívoco.

5) O insuspeito Gartner Group alerta que o principal produto da Microsoft, o Windows, está em "colapso". O ex-monopólio enfrenta enfrenta uma dificuldade crescente em inovar, em assegurar eficiência mínima, e em garantir a interoperabilidade com diversas plataformas.

6) Além disso, os analistas do Gartner Group afirmam categoricamente (só não vê quem não quer ou quem é patrocinado pela micro$oft) que o Windows Vista não serve para máquinas ultraportáteis e laptops educacionais e pequenos devices móveis. O governo da Bahia está embarcando em uma canoa furada.

Leia Baboo, a matéria: Windows is 'collapsing,' Gartner analysts warn.

Fonte: http://www.computerworld.com/action/article.do?command=viewArticleBasic&articleId=9076698&pageNumber=2

6) O presente de natal mais vendido nos Estados Unidos foi o EEE PC com Gnu/Linux. Ah! Sobre os computadores com Gnu/Linux no Brasil é importante esclarecer que a pesquisa que Baboo (que diz que somente 25% mantém linux) se refere é bastante precária. Basta ler seus fundamentos para notar que foi feita por telefone e possui erros metodológicos importantes. Primeiro foi feita por telefone, sem amostra consistente (concentrada em apenas 2 Estados). Segundo, trabalhou os clientes de uma única empresa que vendia o PC conectado e que era contra o uso do software livre. Bom, e mal o EEE PC chegou n o Brasil. Tenho um e digo a todos que é muito bom.

7) Você que é leitor da Veja, adepto do Olavo de Carvalho, defensor do modelo de negócios monopolistas da micro$oft, radicalemnte contra o software livre e o compartilhamento do conhecimento, quer que acreditemos que vc defende aquela empresa por amor? Por pura ideologia? Vc mesmo disse que não é ideologizado. Que mal há em vc ser patrocinado pelo ex-monopólio? Que mal há em vc ser pago para defender a micro$oft? Desde que vc não esconda o seu trabalho legitimo, não há problema.

8) A bolsa de Nova York roda Linux. A Nasa roda Linux. O Banco do Barsil roda Linux.AS Lotérica da Caixa Federal rodam Linux. E até a Casa Branca roda Linux. Os maiores sites do mundo rodam Linux e FreeBSD.

Linux não é somente mais seguro que windows, mas é mais estável também.
Tempo de tempo de uptime de um servidor é importante sim. Por isso, que as empresas como Casas Bahia e vários bancos estào migrando para Linux. Estabilidade. Leia com calma.

Dos vários testes feitos pela Netcraft, os sistemas operacionais livres (Linux e FreeBSD) lideram:
"Three of April's top ten hosting companies, including NaviSite, run Linux on their main sites, while another three use FreeBSD. One company uses Windows Server 2003.
Netcraft measures and makes available the response times of fifty leading hosting providers' sites. The performance measurements are made at fifteen minute intervals from separate points around the internet, and averages are calculated over the immediately preceding 24 hour period.
From a customer's point of view, the percentage of failed requests is more pertinent than outages on hosting companies' own sites, as this gives a pointer to reliability of routing, and this is why we choose to rank our table by fewest failed requests, rather than shortest periods of outage."

8) Os sites que têm grande requisição e uso contínuo, como Google e Yahoo usam software livre. É mais barato, mais estável, dá a eles maior autonomia técnica, independência de fornecedores, estabilidade e segurança.

Anonymous said...

EUROPE UNION fines Microsoft record $1.4bn

What's the dispute about?
The European Commission has fined US computer giant Microsoft for defying sanctions imposed on it for anti-competitive behaviour.

Microsoft must now pay a record 899m euros ($1.4bn; £680.9m) after it failed to comply with a 2004 ruling that it abused its dominant market position.

http://news.bbc.co.uk/2/hi/business/7266629.stm

Anonymous said...

Microsoft MUST be brought to account for its' practice of dominating by exclusion. If the company, Microsoft, continues to practice in a manner which refuses to be competitive, then it should be excluded from the EU.
Nicholas Carton

Anonymous said...

I very much agree with the decision of the European Commission. Microsoft, throughout its history, has been guilty of abusing its de facto dominance of pc operating systems. The US Federal Government has always favoured the company's interests over the customers and so the market abuse has continued. Microsoft must learn to compete rather than try to snuff out or take over competitors and companies with technology that they want.
R W Bater

Andre F. Machado said...

Sérgio Amadeu:

Se o senhor defende tanto a Liberdade oferecida pelo Software Livre, por que o senhor mantém um site no Blogger, que é uma plataforma proprietária da Google? Ao fazer isso, o senhor está se contradizendo. O senhor deveria utilizar WordPress.

Baboo

Em relação ao fato do senhor afirmar que ajuda milhares de usuários todos os dias, essa afirmação é questionável, pois seu fórum possui termos de serviço e qualidade duvidosas, sem falar em um grande histórico de intolerância com usuários de outros sistemas operacionais que não os da Microsoft. O senhor, evidentemente, pode argumentar que o seu fórum é sobre Windows, o que não justifica expulsões arbritárias. Aliás, o fato do seu fórum focar-se em apenas um sistema operacional não o qualifica como um fórum de informática mas, sim, como um fórum sobre esse sistema operacional.

O senhor, Baboo, clama que os sistemas operacionais GNU/Linux não rodam os aplicativos e jogos comerciais, ignorando completamente o fato de que, em relação aos jogos, grandes títulos como Quake, Doom, Unreal Tournament e outros possuem versões nativas para o sistema livre e, nos demais casos, é possível utilizar os programas Wine e Cedega para executar as versões para Windows desses programas no sistema Linux.

O motivo de mais de 78% da população ter substituído o sistema operacional Linux por cópias ilegais do Windows nos PCs populares, pode até ser a falta de interesse em aprender algo novo. Mas, principalmente, pelo fato da impunidade nesse país. Como um trabalhador que ganha R$ 400,00 por mês poderá gastar R$ 700,00 para a compra de um sistema operacional e R$ 1200,00 para a compra de uma suíte de escritório? Os preços dos programas proprietários não conduzem com a realidade brasileira, e o software livre é, portanto, o único software adequado à população. Concluímos, assim, que o motivo do aparente fracasso dos programas livres do projeto PC para todos não foi o sistema operacional mas, sim, a falta de divulgação deste. Além do mais, se o programa usasse Windows, certamente a versão seria a Starter e, aí, teríamos 100% de pirataria.

Maestro Bogs said...

Pessoalmente, pouco importa se um software é de código proprietário ou não, gratúito ou não (fugindo da falácia do código aberto ser igual à custo zero), o quê importa é calcular eficácia e o custo-benefício do projeto.

Quando o tema é Microsoft, só tenho uma coisa pra dizer: 95% de OEM não é caso para fomento de software livre, e sim, de intervensão federal anti-monopólio.

Microsoft Planet said...

Só vou comentar uma coisa, SL ja esta passando de uma religião para ser algo sem limites, a "tal" liberdade que querem aplicar não é a realidade e sim uma vergonha.

Este Sergio é uma Piada.

Baboo said...

Vc não tem respondido às questões, mas somente aquelas que te interessam.

1) O SL cresceu no Brasil por imposição do governo. Vocês obrigaram o uso do SL da mesma maneira que vc criticou a MS por ter feito isso no passado. Você defende o uso único do SL, tentando monopolizar os computadores com ele. Isso só mostra o tamanho da sua hipocrisia. Vc usa palavras e termos como "liberdade", "monopólio intelectual" para tentar disfarçar esse monopólio, mas o fato é que vc está praticando exatamente as mesmas regras que vc condena.

2) Distribuir SL "na marra" não significa que ele será usado. Como todos sabem, a imensa maioria dos compradores de computadores com Linux pré-instalados apagam ele e colocam Windows. No fundo, o SL está incentivando a pirataria.

3) Você defende que o Governo da Bahia deva ser obrigado a utilizar SL pois para vc isso "garante a saudável, justa e barata concorrência". Nada mais patético, uma vez que não há concorrência se vc obriga eles a utilizarem um produto.

4) O faturamento anual da Microsoft Brasil representa menos de 1% do faturamento anual da empresa. Embora vc sonha em monopolizar a Bahia com SL, há centenas de exemplos de adoção do Windows Vista em outras cidades e países. Enquanto vc acha que ela "precisa da Bahia", eu sugiro vc acessar a área de cases studies da MS e ver o quanto vc pensa pequeno. Em governos, por exemplo, há exemplos de implantação do Windows Vista em Zurique, Noruega, Austrália, Canadá, Malásia, UK, Madri, Roma, Dinamarca, México, Tailândia, etc etc etc. Lembre-se que até o momento foram vendidas mais de 140 milhões de licenças do Winows Vista.

5) Se vc se deslumbra com a opinião negativa de dois analistas do Gartner, ok, mas a Microsoft está vendendo e faturando como nunca e a interoperabilidade dela só tende a melhorar justamente com a decisão sobre as APIs e o apoio dela ao SL.

6) Vc afirma que o presente de natal mais vendido nos Estados Unidos foi o EEE PC com Gnu/Linux. Sobre isso, ou vc não entende inglês ou esse é o maior FUD de todos. Chame algum universitário que entenda um pouco de inglês e peça para ele traduzir o texto do press-release da Asus (http://eeepc.asus.com/global/news11212007.htm):

"Amazon and CNET Place the ASUS Eee PC Top on Most Wanted Christmas Gift List The ASUS Eee PC is once again in the limelight. This time, it has been billed as America's most wanted Christmas gift among notebooks products"
http://www.interweb.in/pc-news/3216-asus-eee-pc-america-s-most-wanted-christmas-gift.html

Eu vou poupar o seu trabalho: em uma enquete da Amazon e CNET, o EEE foi o produto mais desejado entre os produtos relativos a notebooks. O fato real é que a lista oficial dos produtos mais desejados no Natal de 2007 da Amazon está em
http://www.amazon.com/Christmas-2007-Years-Hottest-Gifts/lm/R2EVG4CUBJUSSK - e obviamente o EEE sequer aparece ali. PR sempre exageram. BTW o EEE PC com Windows XP já está à venda no Japão e EUA. Afinal não queremos um monopólio nele, certo ?

7) Mentiras e mentiras: em nenhum momento eu disse que sou adepto de Olavo de Carvalho, eu não sou pago para defender a Microsoft, não a defendo por amor e eu não sou patrocinado por ela. Se vc quer discutir seriamente, pare de inventar fatos e tentar usá-los infantilmente como prova para algo que vc defende.

8) Sim, muitos sites usam Linux, mas entre os 5 maiores sites da web, 2 utilizam (Microsoft e MySpace). Além disso, 55% das empresas Fortune 1000 utilizam Windows/IIS (http://www.port80software.com/surveys/top1000webservers/). Se vc acha que estatística indica qualidade: mais de 90% dos computadores do mundo usam Windows e neste ano serão mais de 1 bilhão de computadores rodando esse sistema operacional (http://blogs.zdnet.com/microsoft/?p=596).

9) Se vc continua acreditando que o SO é a principal influência no uptime, releia o que eu escrevi na mensagem acima. A lista mostra que em Mar/08, das 10 empresas mais "estáveis", 3 usam Win2003 (incluindo a segunda colocada), 2 usam Linux, 2 usam FreeBSD e 3 são desconhecidos. Mais infos em http://news.netcraft.com/archives/2008/04/14/inetu_is_the_most_reliable_hosting_company_site_in_march_2008.html.

10) Sites com grande requisição e uso contínuo, como todos os sites da Microsoft (Microsoft, Live, MSN...) e MySpace.com usam Windows. Falar que o Linux é escolhido por autonomia técnica, independência de fornecedores, estabilidade e segurança é conversa-fiada e conclusão sua.

Vc que adora ler: 7 Reasons Why Linux Won't Succeed On The Desktop em http://www.informationweek.com/news/internet/showArticle.jhtml?articleID=201807072. Em 2008 o Linux tem míseros 1,89% do mercado. Aonde o Linux errou, Sérgio ?

Anonymous said...

para esse tal de baboo uptime não tem importancia. Claro o que importa para a microsoft é downtime, tempo de maquina fora do ar, tela azul.

samadeu said...

Caro Andre F. Machado, concordo contigo. Eu já estou providenciando a mudança do meu blog para a plataforma aberta wordpress. Usava o Blogger, porque roda em software livre, como quase tudo do Google. Todavia, o seu código fechado bloqueia nossa liberdade de uso, melhoria e compartilhamento. Acredito que em pouco mais de quinze dias estarei com um novo domínio para meu blog. É um equívoco usar plataformas proprietárias.

bld™ said...

Tenho 15 anos de idade e já sei que,Micro$oft Windows e passado,o Futura está no Linux e em outras plataformas opensource.

;)

Anonymous said...

7) Telecentros substituindo código aberto pelo Vista (pois Linux é inútil para deficientes visuais):
http://br-linux.org/linux/telecentros-substituindo-codigo-aberto-pelo-vista


Isso é uma deslavada mentira:
ORCA: SOFTWARE LIVRE PARA A INCLUSÃO DOS CEGOS.

Anonymous said...

É mesmo. Esse tal de Baboo mente sem nenhuma vergonha. É um grande cara de pau. O cara diz que tem um site de informação séria. A microsoft ainda paga para um mentiroso destes.

O Orca Linux é um excelente software para deficientes visuais.

http://libertas.pbh.gov.br/?q=node/105

vitoria mario said...

baboo, como você pode defender um empresa em que um punhado de acionistas fica rico fechando um conhecimento que é de todos?

como você pode defender uma empresa que gasta mais dinheiro em advogados e publicidade do que em desenvolvimento?

quem defende o SL defende porque acredita nesse modelo de conhecimento. O SL não é uma empresa. É uma maneira de ver o mundo.

Se você vê um mundo melhor na Microsoft dá pra sacar que tipo de mundo você imagina que seja bom. Com certeza é diferente do mundo que eu imagino.

Não tô falando de SO que funciona melhor. algumas coisas proprietárias ainda são mais funcionais sim (poucas, com certeza nada necessário para um telecentro ou um trabalho de repartição, ou uma escola) assim como muitas coisas livres são melhores que eu os proprietários). Ou você não acha o Firefox infinitamente superior ao IE? Quem trabalha com server (vc por acaso já administrou um?) sabe que aPache é infinitamente superior....

emfim, mas esse não é o ponto. quem curte SL, curte porque trás um novo modelo de gerir conhecimento aonde esse conhecimento não pertence a ninguém. é de todos. Você não curte isso. Você curte é manter sua marca de WIndows user numero 1, numa verve egocentrica. Então meu filho vai fazer propaganda por aí, que quem gosta de SL vai continuar exigindo como cidadão que entidades públicas não podem impor um monopólio sobre a população. E quando ele usa SL ele pode customizar o SO dele pra maquina, pro tipo de uso, qual tipo de X ele quer usar.... é muito mais inteleigente.



Vc deve ser daquele tipo que sai na rua com roupa de grife pra fazer propaganda gratuita pra empresas. pq não faz uma tatuagem das janelinhas.?

Andre F. Machado said...

Só um pouquinho, há um pequeno detalhe que estamos nos esquecendo: Como podemos provar que essa pessoa que está postando neste blog é o mesmo Baboo do site de "Informática"? O fato do nome apontar para o site não diz nada, pode ser qualquer pessoa se passando por ele. Será que o sr. Minerbo rebaixar-se-ia tanto ao ponto de ir ao blog de uma das maiores personalidades do SL nacional para expor seu ponto de vista?

Só para situarmos, em uma comunidade do site Orkut sobre o sistema livre e o proprietário, um funcionário da Microsoft Brasil revelou que o senhor Minerbo é motivo de piada nos corredores da empresa. Também pudera, alguém que se esconde atrás de uma caricatura não segue os preceitos de Qualidade Total e não merece ser chamado de Profissional.

Anonymous said...

Lobista celetista? Seria realmente uma inovação.
Mas ter que apelar para o software livre PHP porque não havia alternativas do "patrocinador" que conseguissem sustentar o Fórum do Baboo é impagável.

Baboo said...

Sérgio, a bolsa de NY roda Windows em seu back-end (a migraçao foi em 2006), sendo que eles utilizam terminais Linux para os operadores. A NASA utiliza diversos SO, incluindo Windows (o notebook utilizados pelos astronautas rodam Windows e eles utilizam Outlook como padrão de e-mail). O Banco do Brasil continua utilizando Windows: o computador da nossa gerente da agência de Alphaville, por exemplo, tem Windows XP rodando Virtual PC.. Vc exagera, como sempre..


Anonymous, uptime é importante mas existem muitos outros fatores além do SO. Em um cluster, por exemplo, vc pode rebootar os servidores de maneira que o uptime continue com 100% (ou 99,999% na prática).

André, o Fórum do BABOO é focado na plataforma Microsoft, da mesma maneira que outros fóruns são focados em outros sistemas operacionais. Ali é proibido discutir outros SO por questão de foco, embora abrimos exceção no caso de dual-boot e no caso de mobiles. O Fórum do BABOO aborda Web, software, hardware, segurança, certificação e dezenas de outros temas diferentes de Windows, e por isso ele é um fórum de informática.

André, esse é o principal problema dos defensores do SL: eles acham que todos devem aprender "algo novo". O usuário comum não está nem aí para isso: 99% deles usam o computador para fazerem tarefas comuns (web, email, textos, games) no Windows, sem precisarem aprender algo que eles já sabem fazer. Essa atitude de perder horas e horas defendendo ideologias para justificar trocar 6 por meia dúzia é coisa de nerd/geek. É por isso que os compradores de computador com Linux trocam ele por Windows..

André, o trabalhador que ganha R$ 400 compra um computador popular com Windows pré-instalado pagando R$ 70 por mês por ele. Além disso, o Windows Vista Home Premium Full custa R$ 41 por mês na Americanas (muito mais barato do que ler um jornal por dia), e o Office 2007 HOme & Student custa R$ 199 (9 x R$ 22 na Americanas), podendo ser instalado em 3 PCs. Da mesma maneira que o Sérgio, Vc utiliza argumentos ultrapassados.

Maestro, hoje em dia, quase 10 anos após o monopólio, 99% dos computadores OEM vem com Windows pré-instalado pois o mercado pede isso. Exemplo simples: o Wal-Mart USA deixou de vender computadores com Linux no mes passado por falta de interesse do mercado. As pessoas comuns não querem Linux e os fabricantes de PC sabem disso.


Bld, vc tem 15 anos e segue a moda. Vamos ver de daqui a alguns anos, quando vc quiser ganhar dinheiro, vc vai se dedicar ao SL ;)

Anonymous, utilize argumentos mais inteligentes do que "o Baboo mente e é cara de pau". Se vc quiser participar de uma discussão, poste links, idéias e fatos, ao invés de ofensas.

Vitória, exatamente que "conhecimento de todos" a Microsoft esconde ? Atualize-se: a Microsoft investe US$ 7 bi por ano em pesquisa e desenvolvimento, muito mais do que o SL gera e muuuuito mais do que advogados e publicidade. Se vc defende uma ideologia e uma "maneira de ver o mundo", ótimo, mas não ache que todos vêem o mundo como vc. Certamente o meu mundo é bem diferente do seu, e podemos conviver bem neles sem haver guerras de ideologias. Se o "comandante geral" Sérgio quer isso, daí é outra história ;)

Vitória, eu concordo com vc: o SL e o software fechado podem coexistir sem problema algum. E Apache não é superior em nada ao IIS6 e muito menos ao IIS7. Não é à toa que o uso dele tem despencado há anos (veja na Netcraft).

Vitória, egocentrismo é ter atitude como a sua, achando que SL é a solução para tudo quando vc mesma diz que "algumas coisas proprietárias ainda são mais funcionais". Se nem vc acredita no que vc prega, por que eu acreditaria ? :)

Vitória, eu concordo que não podem impor um monopólio sobre a população. Mas é isso que acontece com o SL, cujo uso é *obrigatório* por lei. Agora vc compreende a hipocrisia do Sérgio, que empurra goela abaixo o Linux e SL falando que isso é pelo bem da "liberdade" ? ...

André, para mim a "maior personalidade do SL nacional" não passa de uma pessoa comum que tem uma obsessão doentia com a Microsoft, Windows e capitalismo, e que utiliza idéias antiquadas para se defender. Ele só é conhecido hj pois utilizou a mídia para atacar, ofender e denegrir a Microsoft. Ele reclama que ela é monopolista, mas ele fez o mesmo no governo, obrigando a todos usarem SL. Isso é a definição de hipocrisia, mas vcs preferem ignorar isso pois o que importa é que todos sejam obrigados a usarem Linux e SL, certo ? ;)

André, eu gostei muito da frase "em uma comunidade do site Orkut sobre o sistema livre e o proprietário, um funcionário da Microsoft Brasil revelou que o senhor Minerbo é motivo de piada nos corredores da empresa." Pelo visto, o pessoal do "orkut" (média de idade = 12 anos) está deixando de assistir Pokemon para ficarem no computador fofocando ;)

Anonymous, o Fórum do BABOO cresceu muito no último ano e tivemos de substituir a nossa aplicação antiga, posi ela não estava suportando tantos acessos. Como não existe nenhuma aplicação decente no mercado desenvolvida em ASP.NET (existe uma muito boa, mas ainda está em beta), tivemos de utilizar uma das aplicações existentes em PHP. A limitação não é da linguagem em si, pois o ASP.NET é rapidíssimo e é utilizado em todos os sites da Microsoft (um dos 3 sites mais acessados da web), mas sim o fato de nenhuma empresa ter desenvolvido uma aplicação decente de discussion group em ASP.NET. Isso ocorre provavelmente por existirem várias aplicações boas em PHP no mercado, não havendo necessidade de criar uma em ASP.NET. Obviamente o nosso server continua sendo Windows 2008 64-bits e MS-SQL Server 2005 64-bits, que suportam tranquilamente o volume de dados.

Anonymous, se eu defendesse ideologias, o Fórum continuaria com o sistema antigo em ASP, prejudicando os 4,5 milhões de usuários do nosso Fórum. A escolha do sistema em PHP foi natural e eu não vejo problema algum nisso. Ao contrário do que vcs e o Serginho acreditam, eu não sou um xiita radical que defende cegamente uma ideologia ou empresa. E é curioso ver o seu desespero em escrever "o software livre PHP", quando ele é apenas uma linguagem como outra qquer ;)

Bem, Sérgio, agora que eu respondi o tópico da criançada que vc recrutou, vamos continuar a nossa discussão ? :)

Anonymous said...

Obviamente o nosso server continua sendo Windows 2008 64-bits e MS-SQL Server 2005 64-bits, que suportam tranquilamente o volume de dados.

Mas, hoje, o Fórum "sentou", não é?
Não adianta. Não sustenta. Não agüenta. O Google mesmo continua usando Apache 1.3, renomeado para GFE via mod_security.

Anonymous said...

E Apache não é superior em nada ao IIS6 e muito menos ao IIS7. Não é à toa que o uso dele tem despencado há anos (veja na Netcraft).

Despencando?
Tem certeza disso?

Marco said...

"O Fórum do BABOO está rodando em um novo servidor. Estamos trabalhando para resolver o problema de lentidão."

Anonymous said...

10) Sites com grande requisição e uso contínuo, como todos os sites da Microsoft (Microsoft, Live, MSN...) e MySpace.com usam Windows. Falar que o Linux é escolhido por autonomia técnica, independência de fornecedores, estabilidade e segurança é conversa-fiada e conclusão sua.

Então, como explicar isto?
http://uptime.netcraft.com/up/graph?site=download.microsoft.com
E isto?
http://uptime.netcraft.com/up/graph?site=spaces.live.com
Que eu saiba, F5-BigIP e Linux não são produtos da Microsoft…

Baboo said...

Pessoal, fiquem calminhos: o Fórum do BABOO foi migrado para um servidor novo que infelizmente está apresentando problemas. A lentidão não tem nada a ver com o Windows ou MS-SQL.

Sobre o gráfico do Apache, http://news.netcraft.com/archives/2008/04/14/april_2008_web_server_survey.html mostra que o uso dele caiu 40% em dois anos. O gráfico de "servidores ativos" não é representativo, pois ali 1000 sites rodando em um servidor com Apache conta como 1000 Apaches rodando - o que não faz sentido algum em termos numéricos.

Sobre o Netcraft mostrar Linux na Microsoft, vc está 5 anos atrasado. Os sites da Microsoft estão cacheados nos servidores da Akamai, que utiliza Windows, Linux & outros SO para isso. Vc encontra mais infos sobre esse "mistério" neste artigo da própria Netcraft de 2003: http://news.netcraft.com/archives/2003/08/17/wwwmicrosoftcom_runs_linux_up_to_a_point_.html

Andre F. Machado said...

"O usuário comum não está nem aí para isso: 99% deles usam o computador para fazerem tarefas comuns (web, email, textos, games) no Windows, sem precisarem aprender algo que eles já sabem fazer."

E aí chegamos à velha história de que os usuários não usam nem 10% dos recursos de um computador e seus programas. Mas a que isso nos leva? Muito simples: quando um vírus invade o Windows, a solução encontrada pelo "técnico" é, justamente, reformatar a máquina, fugindo, assim, de seus problemas, sendo necessário repetir essa operação toda a vez que o evento que levou à formatação se repetir, gastando-se horas com backup e instalação de drivers e programas. Nós, usuários de software livre, não formatamos o GNU/Linux quando há um problema crítico; ao contrário, fazemos o que os winusers não sabem fazer: pesquisamos a origem do problema e encontramos uma solução, para estarmos preparados para ele na eventualidade dele se repetir.

"André, o trabalhador que ganha R$ 400 compra um computador popular com Windows pré-instalado pagando R$ 70 por mês por ele."

Não, o trabalhador que ganha R$ 400,00 compra um computador com Linux e coloca Windows Pirata nele. E por quê? Porque o brasileiro não tem a cultura de se gastar com softwares. OK, com isso você vai dizer e eu concordo que a culpa não seria nem do Linux nem da MS, OK. Mas, o micro que tem o Windows que custa R$ 70,00 por mês provavelmente tem a edição Starter, que dentre outras coisas, possui a limitação de permitir que o usuário apenas abra 3 janelas por vez. Como o usuário acha que isso é ridículo (e convenhamos: é mesmo), ele pede para que seu vizinho que entende tudo de computador coloque o Windows XP Professional, visto a má-fama que o sistema Vista possui dentre os técnicos e a população brasileira, que o julga pesado e defeituoso. Como resultado, todos saem perdendo e o trabalhador torna-se um criminoso. Deveríamos inventivar a utilização de software livre que, além de valorizar a indústria nacional, visto que nenhuma parte do gasto no sistema ir para o exterior, é ético, pelo fato de eu poder visualizar o código-fonte e saber como o software realmente funciona, ao contrário dos programas proprietários. Como o senhor pode me garantir que seu Internet Explorer não está enviando informações pessoais suas para a Microsoft sem o seu consentimento (o que, aliás, acontecia na versão 5 do referido navegador)?

"Pelo visto, o pessoal do "orkut" (média de idade = 12 anos) está deixando de assistir Pokemon para ficarem no computador fofocando ;)"

Essa sua afirmação infeliz apenas demonstra sua falta de conhecimento, já que é necessário ter, no mínimo, 18 anos para entrar no Site Orkut. E o funcionário em questão chama-se Júlio Sanches, que trabalha na MS. Entenda-se com ele.

"Anonymous, o Fórum do BABOO cresceu muito no último ano e tivemos de substituir a nossa aplicação antiga, posi ela não estava suportando tantos acessos."

Se a solução da Microsoft é melhor, por que ela não estava suportanto tantos acessos? E por que ao acessarmos seu fórum agora (6/5/8 21:41) obtemos a mensagem "
500 - Internal server error.
There is a problem with the resource you are looking for, and it cannot be displayed."?

E indo além: se as soluções da Microsoft são mais seguras que as livres, por que o seu site foi invadido por duas vezes em Outubro do ano passado, no mesmo dia?

A impressão que temos é que o Baboo é uma das tantas pessoas que não se deu bem com a poderosa linha de comando do Linux e resolveu criticar o sistema. Mal deve saber ele que, antes do Windows, a Microsoft vendia um sistema chamado MS-DOS que era baseado em linhas de comando.

Muitas vezes, é mais rápido e fácil resolver algo digitando um comando do que clicar em botõezinhos. Além do mais, ao mesmo tempo que vocês criticam a linha de comando do Linux, apóiam o registro do Windows, que com sua críptica estrutura de chaves e valores, torna-se tão ou mais enigmático para o usuário iniciante do que uma linha de comandos!

samadeu said...

Bom, é notório o esforço provocador do Sr Baboo.

Primeiro, usa eufemismos e sofismas infantis: tudo começou disse que o governo da Bahia queria usar software proprietário e nós, defendores do software livre não deixávamos. Baboo quer inverter a realidade e escreve como se a Bahia não usasse majoritariamente produtos do ex-monopólio. Ele sabe exatamente que a Bahia estava começando a usar software livre e por isso, a mico$oft agiu rapidamente para evitar que o uso inicial dos telecentros se disseminasse por toda a estrutura de governo.

Segundo, é uma piada Baboo querer transformar a “pobrezinha”da micro$oft em vítima. A “indefesa”micro$oft quer apenas a “liberdade de escolha”. Alias, a “pequenina mico$oft” só inventou este discurso devido a enorme avanço do software livre. Enquanto ela era monopólio, nunca esteve preocupada com a escolha de ninguém, até porque onde existe monopólio não existe opção. Quem está dando opção à sociedade é o movimento colaborativo do software livre.

Terceiro, Repare que a empresa de Baboo foi condenada por práticas anti-concorrenciais em seu próprio país (EUA), agora está sendo condenada na Europa e, em breve, será no Brasil. As práticas anti-concorrenciais são conhecidas e já maplamente divulgadas: bloqueio à concorrência, aprisionamento de usuários e operações casadas.

Quatro: o que Baboo não explica é porque usar os softwares do monopólio se existem alternativas mais baratas, seguras, sem vírus e que abrem todos os arquivos do Office, coisa que nem os próprios produtos da micro$oft fazem. Se no mundo das redes e da mobilidade a micro$oft não está fracassando como aponta o insuspeito estudo do Gartner Group prá que se enroscar em seus formatos proprietários? Somente para pagar R$ 1400,00 de licenças de uso da suite de escritório Office para cada computador utilizado? Prá que tanto desperdício?

Quinto: vamos continuar desenvolvendo softwares livres. O modelo de software
livre é tão forte que está sendo usado amplamente. Veja a wikipedia, o jamendo, o creative commons, o projeto Boinc, a web 2.0, e, a própria mico$oft que agora anda falando que é open software (sabemos que isto é puro marketing, mas já é um começo, não é baboo?).

Sexto: as provocações de Babo não são originais. Sua irritação vem da ira injustificada pelos projetos que implantei. Vários blogs atacam a micro$oft, mas baboo não liga. Ele vem aqui porque sabe que eu não ligo para as ameaças do ex-monopólio. Ele vem aqui será porque seria porque quando cheguei na Prefeitura não havia software livre e depois que sai deixei uma rede gigantesca de telecentros rodando Gnu/Linux, Apache e OpenOffice?
Quando cheguei no governo federal nem 3% dos servidores da Esplanada usavam Linux. Será que é porque quando sai, dois anos depois, mais de 40% dos servidores de rede estavam com Linux e FreeBSD? Será que é porque 50% das máquinas do Serpro rodam OpenOffice? Seria porque o Banco do Brasil migrou mais da metade de suas estações de trabalho para software livre? Será porque a Embrapa criou a rede Agrolivre? Ou seria porque o OoXML foi derrotado no Brasil? Seria ainda porque o programa PC conectado vende mais computadores com Linux do que em qualquer país do mundo (mesmo com a sua precária estatistica que afirma apenas 30% continurem com Linux, o número de usuários já superou sua previsão de 1%. Bom, baboo precisa decidir qual estatística vai optar em suas contradições fal;aciosas)? Então Baboo, suas provocações demonstram que você está certo em ser um vistante-provocador. Mas mude a sua ladainha.

Ah! Sem dúvida, a bolsa de Nova York também usa Windows, mas nas estações clientes porque nos servidores que não podem cair, ela usa Linux.

Baboo said...

André, eu concordo 100% com vc, mas infelizmente 99,9% dos usuários utilizam o computador como um eletrodoméstico: se ele tiver algum problema, eles chamam um "técnico" para resolver. Como muitos destes "técnicos" são uns incompetentes trambiqueiros, a gravidade da situação aumenta. Quem usa Linux é um pessoal mais técnico que dificilmente precisa de ajuda externa. Power-users no Windows também são assim, mas são uma pequena minoria.

André, Por 12 parcelas de R$ 79 ele pode comprar um computador com processador Sempron, 512MB RAM e Windows XP Pro original: http://www.efacil.com.br/DetalheProduto.aspx?Codmer=2300921&Midia=12. Em relação ao "incentivo à indústria nacional", isso só funciona na teoria: há quase 30 anos isso foi aplicado no Brasil com o nome de "reserva de mercado" e só serviu para atrasar o Brasil. Você realmente acha que vc obrigará o usuário comum a aprender a "visualizar o código-fonte para saber como funciona"? Se poucos programadores tem capacidade para isso, imagine o usuário comum! Na prática o que ocorre é o óbvio: se o Linux vem c/ muita frescura e limitação, simplesmente tira-se ele e coloca-se Windows ali (pirata ou não). Obrigar a todos usarem SL não tornará as pessoas mais interessadas no código-fonte do Linux. As regras monopolistas do governo serviram apenas para empurrar o Linux "goela abaixo" do comprador e ajudar a aumentar a pirataria do Windows (além de dar um dinheirinho extra aos "técnicos" que cobram por isso). Ou o governo é cego e não previu isso, ou ele previu e se lixou para isso, pois o que realmente importa é impor o monopólio do SL. Vc escolhe a melhor opção..

André, a Microsoft recolhe centenas de milhões de reais de impostos, ajudando a construir estradas, hospitais e escolas, e cria empregos indiretos para dezenas de milhares de pessoas. O SL não recolhe imposto algum. Um estudo da MS mostrou que o ecosistema dela gera 15 milhões de empregos no mundo todo: http://www.informationweek.com/story/showArticle.jhtml?articleID=202404791. A IDC mostra que na Nigéria, 47% do total do mercado de trabalho do país está envolvido com o ecossistema da Microsoft (http://allafrica.com/stories/200710310695.html). Isso são fatos REAIS que acabam com a demagogia do Serginho e da maioria dos defensores do SL que a Microsoft é danosa a todos.

André, da mesma maneira que o Serginho, vc desconhece o básico: o código-fonte do Windows está liberado para ser lido, mas não modificado. Saiba mais em http://www.meiobit.com/artigo/coisas_que_quase_ningu_m_sabe_sobre_microsoft.

André, Orkut é passatempo para molecada. Se vc realmente acredita que existe um "Julio Sanches" da Microsoft Brasil que fica falando mal de mim no Orkut, ok, mas eu sugiro vc não acreditar em tudo que lê na Web. Ele provavelmente é o mesmo Julio Vaz que há anos me critica sem motivo aparente.

André, o Fórum do BABOO está tendo problemas com o servidor novo e isso não tem relação alguma com a Microsoft. Nenhum servidor do BABOO foi invadido: nós tivemos problema de SQL injection devido a falhas na aplicação terceirizada que gerencia o nosso conteúdo. Invasão em massa de servidores Linux ocorreu mesmo com a Prefeitura de SP - e isso incluiu o site dos Telecentros: http://under-linux.org/3654-hackers-invadem-e-picham-site-da-prefeitura-de-sao-paulo.html. Além disso, houveram invasões REAIS nos servidores oficiais do SquirrelMail, Gentoo, Debianm, Sendmail e até mesmo no Google (http://www.theinquirer.net/gb/inquirer/news/2007/10/01/spammer-infects-google-search). Isso indica que Linux é inseguro ?..

André, se vc gosta de digitar comandos como no DOS, ótimo, mas não conclua nada sobre mim. BTW a MS disponibilizou o Server Core, um Windows Server 2008 sem GUI para o pessoal que tem uma queda por digitação como vc ;)

Sérgio, ao obrigar por lei o uso de SL, estabeleceu-se um monopólio, independentemente do que a MS fez ou deixou de fazer. Vc pode me ironizar o quanto quiser, mas contra isso não há argumentos. Hoje você apoia o monopólio do SL, mas vc é contra o monopólio da MS. Para mim isso é a definição máxima de hipocrisia.

Se a Microsoft está sendo condenada por X ou Y, ok, mas isso não muda o fato de vc apoiar o monopólio do SL utilizando palavras como "liberdade" e "monopólio do conhecimento", quando nada disso acontece.

Sérgio, 80% das vendas de Office são para empresas e elas estão se lixando para ideologias: elas se focam nos resultados. Se elas preferem pagar $$ para usarem o MS Office ao invés de não pagarem nada para usarem o "Office paraguaio do SL", elas têm um bom motivo para isso. E neste caso o motivo são vários: integração (Word - Excel - PowerPoint - Outlook - Exchange - Mobile), compatibilidade de formatos (tente abrir arquivos complexos em outros programas e eles não ficarão idênticos aos arquivos originais), features (nenhum programa faz o que o Word e o Excel fazem), investimento (as empresas já investiram $$ no produto e não há motivo para deixar de usá-lo) e workflow (tudo está funcionando e mudar tudo custa caro). Para quem utiliza somente Word e Excel, a versão Home e Student 2007 custa R$ 199 para 3 computadores (R$ 66 por cópia, o que é baratíssimo).

Como eu disse anteriormente, o SL tem as suas vantagens e desvantagens. Eu não estou aqui para reclamar dele, mas sim para mostrar que muitas idéias contra a Microsoft, Windows e software fechado utilizam argumentos absurdos, ultrapassados, demagógicos ou simplesmente errados. Impor o uso do SL como sendo sempre a "solução ideal" é errado. Usar SL somente por ideologia é errado. Criar um monopólio para o SL é errado. E é isso tudo que vc defende, Sérgio.

Eu sinceramente não estou nem aí se o Telecentro usa Linux, Windows, MacOS X, DOS ou Logo, mas a partir do momento que vc ofende e ataca o Windows, nada mais justo do que um profissional desta plataforma argumentar com vc sobre isso.

Eu vim aqui pois todos acham que vc é a "maior autoridade do SL", quando para mim vc é apenas um sociólogo defendendo idéias antiquadas (afinal vc já foi comunista, lembre-se), utilizando p/ isso argumentos baseados na falta de informação e na demagogia. A sua atitude "eu sou assim, que se dane todos e a Microsoft é demoníaca" ganhou espaço na mídia e vc também se aproveitou disso.

Infelizmente eu vejo que qualquer prova que eu posto mostrando que vc está errado é visto como "provocação". Se vc deixasse a sua obsessão e paranóia anti-MS de lado e analisasse racionalmente alguns fatos de maneira mais equilibrada, vc veria que vc não está com razão em tudo que vc defende...

[]s

Anonymous said...

O gráfico de "servidores ativos" não é representativo, pois ali 1000 sites rodando em um servidor com Apache conta como 1000 Apaches rodando - o que não faz sentido algum em termos numéricos.

Claro, assim não conta. Tinha que ser um site por máquina. Assim ajudando a aumentar o consumo de energia e a poluição do planeta. Que ridículo.
A diferença é que uma máquina rodando Apache é capaz de rodar mais de mil sites. E com alta eficiência, economia e praticidade.
Mas, agora, o discurso mudou. A buzzword do momento é "virtualização". Não basta mais vender uma licença por máquina, é vender muitas por cada máquina.
Boa sorte com seu Fórum, Baboo. Essa mudança para o Windows Server 2008 não foi bem sucedida. Terá que voltar ao 2003 ou, finalmente, BSD/Linux. Melhor sorte na próxima. Ou faça como o Google: use GNU/Linux com mod_security e mude o header para "Server:BabooWebServer" para enganar a NetCraft, facilmente.

Baboo said...

Anonymous, eu concordo com vc que quanto mais sites por server, melhor. Nesse aspecto o Linux tinha vantagens sobre o Windows NT e 2000(que mal aguentavam 5 mil sites por servidor). Isso mudou com o Windows 2003: ele que suporta tranquilamente 30 mil sites e tem a versão Web Server, com um licenciamento muito barato para empresas de hospedagem.

O uso do Apache começou a cair depois que o Win2003 começou a ser utilizado no mercado (a partir de 2006, uma vez que leva-se em média 3 anos entre o lançamento de uma versão do Windows e sua adoção em massa no mercado), e provavelmente as dezenas de vulnerabilidades do Apache (contra apenas uma ou duas do IIS6) também contaram.

O Win2008 com Hyper-V selará o destino do Apache, pois as empresas de hospedagem terão um Windows rápido com uma tecnologia de virtualização mais avançada do que os concorrentes e com um licenciamento barato.

O curioso é que basta o IIS crescer e o Apache cair e alguns defensores do SL acham que a MS comprou a Netcraft: http://www.linuxjournal.com/node/1000271. Só rindo mesmo...

Sobre o Fórum do BABOO, o problema não tem a ver com o sistema operacional, pois ele e o SQL estão "voando baixo". O server é novo, utiliza hardware novo (HDs, memória, processadores, controladora SAS..) e isso deve ser o motivo, pois o Fórum do BABOO rodou perfeitamente no nosso server Win2008 de testes..

Anonymous said...

O gráfico de "servidores ativos" representa os que realmente têm algum conteúdo, são úteis de algum modo. O que exclui o "Efeito GoDaddy" e seus milhões de sites "parkeados". Só assim, para um IIS segurar trinta mil sites já que só com um está difícil ultimamente.

Marco said...

Sobre o Fórum do BABOO, o problema não tem a ver com o sistema operacional, pois ele e o SQL estão "voando baixo". O server é novo, utiliza hardware novo (HDs, memória, processadores, controladora SAS..) e isso deve ser o motivo, pois o Fórum do BABOO rodou perfeitamente no nosso server Win2008 de testes..

De que adianta todos esses HPs de baixo da capô se o desempenho em rede é pífio antes e depois de usar a pilha TCP do BSD?

http://new.isc.org/proj/dnsperf/OStest.html#results

Anonymous said...

Mais avançado que o KVM que é tratado diretamento no Kernel?

Marco said...

O Win2008 com Hyper-V selará o destino do Apache, pois as empresas de hospedagem terão um Windows rápido com uma tecnologia de virtualização mais avançada do que os concorrentes e com um licenciamento barato.

Percebe-se. Seguindo esta linha, então o www.baboo.com.br deve ser virtualizado no Server 2008 também. Aí já fica tudo devidamente "padronizado": fora do ar.

Recebi um spam, digo, uma promoção bem interessante do seu Fórum. Acho que você teria um bom desconto.

Gabriel Pnordico said...

O mais estranho é que o governador Jacques Wagner (PT) sempre se mostrou "do lado" das políticas do governo. Usou o fato de ser do mesmo partido do presidente para conseguir vencer a eleição.

Se não me engano ele até já assumiu que "não entende nada disso" e, pelo visto, tem uma acessoria que entende menos ainda. Mas infelizmente é assim que a política funciona.

Em tempo, aqui na Bahia essa movimentação toda parece estar acontecendo sem muita divulgação, pelo menos é a impressão que tem passado, fui pego de surpresa pela triste notícia.


[]s
G.Pn.M.

Andre F. Machado said...

Quanto às "10 coisas que ninguém sabe sobre a Microsoft", vou responder com um comentário de um usuário em um dos sites da referida empresa:

"eu já sabia muito dessas coisas, contudo deve-se considerar alguns pontos:

1) Que governos tem direito de acesso ao código fonte do Windows para garantir sua soberania nacional?

A parte do governo não é tão explorada assim, isso mesmo começou por causa da União Européia e China, por ter processado a empresa por não liberar as especificações na época (outro detalhe é que político não entende porcaria nenhuma de programação ou segurança).

2) Que empresas particulares podem ter o direito de acesso ao código fonte do windows na forma de consulta para o desenvolvimento de drivers e outros recursos que necessitem de alta integração com o sistema, em alguns casos de forma paga, em outros de forma totalmente gratuita?

Para se ter acesso ao código fonte do sistema juntamente com suas especificações é preciso assinar um acordo de confiabilidade, quer dizer o que você sabe só você sabe, e caso der algum deslize pode ter certeza que vai ser processado por justa causa, outro detalhe é que nem sempre eles liberam suas especificações.

4) Que o Windows CE não é apenas um Windows para dispositivos móveis, mas possui uma ferramenta (Platform Builder) que permite que se monte um novo sistema operacional a partir da escolha de milhares de peças que formam o Windows CE, desta forma criando sistemas operacionais específicos para determinados hardwares (sistemas embarcados) sem o excesso de funcionalidades? Além disso o custo de licença da unidade do sistema operacional é
adaptado a partir das partes escolhidas pelo desenvolvedor, podendo ficar um valor a partir de aproximadamente US$ 10,00 a unidade?

Essa do windows ce é muito velha, mas hoje em dia parece que o windows ce não tem mais suporte.

3) Que o código fonte do kernel do Windows não apenas está disponível para uso em sala de aula, mas foi organizado de forma didática para a realização de experiências?

Essa parte da sala de aula ter acesso aos códigos fontes não acredito que seja muito confiável, pois se tem sim acesso, mas ao código .NET, não realmente acesso ao código do Windows, mas em relação ao kernel32, se bem que ele não tem utilidade nenhuma para aprendizado, já que chama várias bibliotecas externas aos quais o kernel referencia, dessa forma você não sabe nem o que está acontecendo direito, pois é usado um sistema de micro-kernel no Windows e esse micro-kernel é como uma função main em C, ao qual se faz as chamadas de inicialização.

6) Que qualquer curso de nível técnico ou superior com matérias de informática pode realizar um contrato chamado MSDN AA (US$ 499,00/ano, menos de R$ 1.000,00/ano), através do qual a instituição de ensino ganha o direito de usar os softwares Microsoft (exceto MS Office) em qualquer quantidade nos seus laboratórios, distribuir cópias oficiais em qualquer quantidade para os professores e distribuir cópias oficiais em qualquer quantidade para seus alunos? Muitas universidades nacionais possuem esse contrato, mas infelizmente não divulgam aos alunos e não são organizadas o suficiente para distribuirem os softwares.
Se as universidades tivessem aderido em massa a este contrato na época em que o país foi ameaçado devido ao seu volume de pirataria o problema teria sido facilmente sanado.

Isso não é confiável, a faculdade em que estudo fez esse contrato com a M$ e não recebemos (no caso alunos) nenhuma chave de autorização para uso de produtos M$ para estudo, implementaram isso no ano passado na Unibratec e até hoje eu não tenho o direito a essa chave, só os professores e o suporte possuem essas chaves para instalação de softwares nas salas.

7) Que a Microsoft mantém um repositório curricular no qual existem inúmeros programas de curriculo acadêmico fornecidos como sugestão para uso em sala de aula e podendo ser livremente adaptados?

São as células de ensino .NET, na maioria das vezes são feitas por estudantes, uma amiga minha faz parte dessa celular ao qual participo como aluno, ela é a professora da celular de ensino, uma vez ela estava me dizendo que quando estava assistindo o ensino de uma colega, ela havia se irritado, pois ao invés ensinar a programação do básico, já foram direto para desenvolvimento de gui, sem o pessoal saber a base da lógica da programação, nesse momento ela foi questionar o porquê dessa forma de ensino e explicar que estava ensinado da maneira errada, então o pessoal da organização não concordou muito com suas palavras.

8) Que a Microsoft mantém o Faculty Connection, algo como uma comunidade voltada ao meio acadêmico e que fornece ao professor o Visual Studio 2005 Professional gratuitamente (isso, claro, se a instituição já não possuir o MSDN AA)?

Ficamos a usar o Visual Studio.NET 2003, pois ainda não era permito usar o 2005, por problemas internos de ensino.
Eu havia sugerido para que fosse instalado o Visual Studio .NET 2005 Express, contudo não foi permitido até o final do curso ao qual implementaram o Visual Studio.NET 2005.

12) Que o MS Ajax tem seu código fonte aberto?

Assim como todos os outros Ajax prossuem código aberto, pois são implementados em JavaScript que é interpretado, sendo também o Ajax uma padronização de implementação, ao qual estão disponíveis suas expecificações para seu desenvolvimento, ela não exatamente criada pela M$.

13) Que a Microsoft abriu o código fonte de inúmeras bibliotecas do framework .NET 3.5?

Sob a licença de patente de software, não se esqueça disso e também por causa da União Europeia. Dessa forma mesmo sendo aberto você não pode alterar e muito menos pegar para estudar a não ser que pague o direito de usufruir disso.

17) Que a Microsoft possui sua própria licença de código fonte aberto aprovada oficialmente pelo OSI Board, sendo que a Microsoft seguiu todos os processos padrões de aprovação, não recebendo nenhum tratamento especial, e que essa licença irá auxiliar muito no processo de interoperabilidade com o Suse, interoperabilidade esta que irá crescer consideravelmente?

Despois de a ISO dizer que tinha que mudar por diversas vezes suas licenças, pois não respeitava o padrão Open Source.

15) Que as licenças de código fonte aberto da Microsoft permitem que você manipule o código fonte à vontade, gerando novos produtos de código fonte fechado e proprietário se assim desejar, ao contrário da licença GPL que foi aplicada, por exemplo, nos drivers do banco MySQL, obrigando a todos que usam MySQL a pagar pela licença ou abrir o fonte de suas aplicações na internet?

Está faltando alguns detalhes, um deles é que seu produto deve somente rodar apenas na plataforma Windows ao qual foi especificada, pelo que me lembre, parece que é a MS-PL, fora as patentes (graças a Deus no Brasil não existe patentes de software)."

Fonte: http://porta25.technetbrasil.com.br/porta25/BLOG/tabid/53/EntryID/273/Default.aspx

Sugiro a leitura de:
http://under-linux.org/7394-10-coisas-a-saber-sobre-open-source.html

Weslly said...

Fanboys do windows como o baboo me dão medo, pelo menos quem usa linux intencionalmente tem motivos pra ser fanboy.

Marco said...

Escolas de Genebra aderem ao software livre

Quem esses suíços pensam que são? Europeus? Primeiro mundo?

Baboo said...

Anonymous, os gráficos podem mostrar muita coisa, mas o fato mais importante é que o uso do Apache vem caindo ano a ano..

Marco, veja em TCP.org que os resultados mais recentes (31/Mar/08) o melhor custo/benefício em transações comerciais é utilizar Windows e MS-SQL: http://www.tpc.org/tpcc/results/tpcc_last_ten_results.asp. Além disso, o SQL Server 2008 massacrou a concorrência no TCP-E e TCP-H: http://blogs.technet.com/dataplatforminsider/archive/2008/02/27/sql-server-2008-benchmarks.aspx e http://www.microsoft.com/sqlserver/2008/en/us/benchmarks.aspx

Sim, Anonymous. Leia mais sobre o Hyper-V em http://blogs.zdnet.com/microsoft/?p=1182:
"(...) Hyper-V, formerly known as “Viridian”, greatly differs from the virtualization product from Microsoft currently marketed as Microsoft Virtual Server in that it uses a hypervisor to provide hardware abstraction services to the OS environment and do resource allocation and partitioning. This differs from products such as Microsoft Virtual Server, VMWare Server and VMWare Workstation, Parallels, Linux KVM, and the recently Sun-acquired Virtualbox from Innotek use a technique known as host-based virtualization in which a host operating system such as Windows or Linux runs a subprocess provided by its native kernel called a Virtual Machine Monitor (VMM) to provide virtualization services such as a virtual CPU, memory and devices to a virtual machine. A hypervisor, on the other hand, is a thin abstraction layer which boots on the native hardware that performs some of the functions of an OS kernel, but abstracts much of what is needed to run multiple operating systems with their applications on top of it."

Marco, como eu informei anterioremente, o Fórum do BABOO estava em processo de migração e por isso estava lento. Nem o Fórum nem o BABOO ficaram offline nesse período. Em relação à promoção da Green Treinamento sobre Linux, nós temos uma parceria com eles para envio de e-mail mkt para nossa base de 622 mil internautas cadastrados. Não há motivo algum para não enviarmos e-mail mkt com cursos de Linux para nossos internautas, uma vez que muitos deles (que trabalham em ambientes multiplataforma) têm interesse nisso. Como eu escrevi acima, eu não sou tão xiita quanto vcs imaginam ;)

André, o fato é que a Microsoft e seus produtos não são uma "caixa fechada" quanto muitos acreditam. Ela tem de esforçado para melhorar (na marra ou não) e os resultados têm sido muito positivos para os usuários em geral.

Weslly, fanboys não deveriam existir. Eu não estou aqui para falar mal do Linux ou SL, mas sim para conter os exageros do Sérgio, que acha que tudo relativo à Microsoft ou Windows é algo demoníaco.

Marco, há espaço para todos. A melhor opção é implementar uma solução estudada - e não empurrar "goela abaixo" o SL só porque o seu principal defensor acha isso certo, desconsiderando todas as demais alternativas somente por ideologia..

Gabriel Pnordico said...

"Que acha que tudo relativo à Microsoft ou Windows é algo demoníaco"

E não é? Uma empresa que age da forma que a MS age merece ser respeitada? Merece ter o mercado que tem?

Se você responde sim para alguma dessas perguntas então ou você não conhece a história e os métodos da empresa ou você aceita a existência de empresas inexcrupulosas e sem valores éticos.


Interessante você dizer que "Não está aqui para atacar o SL" enquanto o seu primeiro comentário diz:
"[...] vc teima em aprisionar as pessoas no software livre, encurralando-as em um mundo de programas limitados e poucas vagas de emprego[...]"
Mais uma vez mostrando pouco conhecimento sobre vantagens e desvantagens do SL.

Mas não se preocupa não, cara. O mundo vai decidir qual modelo de desenvolvimento é o melhor... Não é à toa que grandes empresas cada vez mais passam a enxergar o SL com outros olhos.

Baboo said...

Gabriel, é infantilidade demais simplesmente ignorar os benefícios que a Microsoft trouxe para a sociedade por mais de 30 anos. Por mais que ela tenha sido condenada como monopólio há quase uma década, há milhões de profissionais e milhares de empresas no mundo todo que se beneficiam do ecosistema gerado por ela. Não é inteligente achar que tudo relacionado à Microsoft é algo negativo...

Não há "pouco conhecimento" algum: eu apenas postei fatos que mostram claramente que hj o Serginho é um ferrenho defensor do monopólio do SL - tanto que o seu uso é *obrigatório por lei*. Que parte do "monopólio" vc ainda não percebeu ? como diz o ditado, "façam o que eu mando, não façam o que eu faço"..

Sobre o mercado de profissionais de SL, é evidente que há muito menos vagas para profissionais de SL em comparação com profissionais da plataforma Microsoft, pois o mercado de SL é muito menor. Isso é uma pura questão matemática e mercadológica, não tendo nenhuma relação com ideologias.

Baboo said...

Aliás, o problema de lentidão do Fórum do BABOO foi resolvido há algum tempo.

Se vcs ainda acreditam na lenda que o Windows não suporta grande volume de dados ou acesso, então vcs vão mudar de idéia:

Utilizando apenas um único servidor, o Fórum do BABOO é acessado mensalmente por 4,5 milhões de internautas (IPs únicos), transfere 6 TB de informações todos os meses (ceca de 200 GB/dia) e tem em média 13 mil usuários navegando simultaneamente no fórum durante o horário comercial.

E um detalhe adicional: tudo isso rodando PHP (URGH!, mas infelizmente não há no mercado nenhuma aplicação decente de fórum desenvolvida em ASP.NET) com FastCGI no IIS7. Por fim, mesmo durante esse alto volume de dados e acessos, o SQL inicia um job de backup automático, e o database em uso (8GB de dados) é copiado para outro local em apenas 80s.

Nada que o Win2008 e MS SQL Server 2005 não dêem conta "com as mãos nas costas" ;)

samadeu said...

Baboo, não seja rudimentar. Na verdade, seus eufemismos para defender o seu emprego na mico$oft já ultrapassaram dos limites. Vamos esclarecer definitivamente: quem defende o modelo de software livre não defende monopólio algum. Você sabe mais do que ninguém que o modelo do software livre é baseado no compartilhamento do código-fonte, o que por si só já retira a possibilidade de alguém controlar a solução.
Baboo, vá limpar os ovos que o Ballmer lá na Hungria. Chega de tentar dialogar com tamanha inversão da realidade.
Baboo, chega de babooseiras..

Outra coisa: a única coisa que a mico$oft faz com a mão nas costas é contratar lobistas em empresas para manter o windows. Estabilidade? Escalabilidade? Segurança? Não, em tudo o windows perde do Linux, do FreeBSD, do NetBSD. Então, por que ainda usam???? Simples: aprisionamento + lobby.

Baboo said...

Sérgio, não fuja da realidade: a imposição do uso do SL por lei gerou um monopólio, pois obriga a todos a usá-lo. Se ele tem o código aberto ou não, isso não faz diferença, pois o seu uso exclui soluções de código fechado. Você defende o monopólio do SL e isso é claro para qquer um - obviamente menos para vc.

O vídeo do ovo apenas mostra o típico "desvio de comportamento" de alguns defensores do SL: ao invés de dialogar, ele preferiu agredir. Ele usou ovos. Vc usa o teclado.

Nessa discussão vc se baseou em mentiras (eu nao trabalho na MS, entre muitas outras informações falsas que vc postou somente para tentar me desacreditar), idéias desatualizadas, ideologias e demagogias. Se você simplesmente não aceita nada de positivo da Microsoft, por mais que eu tenha mostrado acima que ela é benéfica para a sociedade, então não dá para discutirmos mesmo.

Vc foge do diálogo pois vc não tem argumentos racionais além de repetir que a Microsoft é um monopólio e postar idéias igualmente do século passado. Ao menos eu postos links com fatos reais p/ basear as minhas informações. Vc não posta nada de real além das suas idéias antiquadas e pré-concebidas da sua cartilha anti-Microsoft. Infelizmente o seu ódio doentio contra a Microsoft impede que essa discussão seja saudável e proveitosa. Ao menos aprenda com alguns participantes mais interessados e equilibrados do que vc, que há maneiras de se discutir essa questão sem ofender, ironizar ou atacar.

Se vc ainda acha que o Windows é aprisionamento+lobby, porque a maior empresa que defende o SL, a IBM, continua vendendo seus servidores com Windows e não somente Linux ? Porque a HP, DELL e outros fazem o mesmo ? Porque o usuário que compra computador com Linux troca-o por Windows no dia seguinte ? Neste caso quem está "aprisionando" ele, se ele faz isso por decisão própria ?

A inversão de realidade aqui é sua, Sérgio. Infelizmente a discussão aqui deixou de ser SL/Linux x Windows/MS para se tornar uma discussão mundo real x mundo político.

[]s

Dennes said...

Li sua primeira resposta ao Baboo, Sérgio, e achei absurda. Mas como a conversa segui, achei que no final haveria algo produtivo.

Então vejo este seu último comentário. Não consigo entender como podem haver pessoas que não enxergam o que você escreveu :

"Baboo, não seja rudimentar. Na verdade, seus eufemismos para defender o seu emprego na mico$oft já ultrapassaram dos limites. "

Desde 1a resposta que foi dada a você, você foi informado de que ele não é funcionário da Microsoft, apenas um MVP, como eu e muitos outros.

Já pensou em pesquisar um pouco sobre o que são os MVPs ? Quem dera eu fosse funcionário da Microsoft.

Estar desinformado quando o debate começou pode até ser aceitável. Insistir em permanecer desinformado ao seu término, é doentio.

"Vamos esclarecer definitivamente: quem defende o modelo de software livre não defende monopólio algum."

Você só não entende o que foi dito se não quiser entender. Forçar algo, especialmente por lei, como os defensores do software livre insistem, é tentar tirar outras opções do mercado, exatamente uma tatica monopolista, utilizada exatamente por quem se diz contra o monopólio.

"Baboo, vá limpar os ovos que o Ballmer lá na Hungria."

O que este comentário tem de útil aqui ?

"Chega de tentar dialogar com tamanha inversão da realidade.
Baboo, chega de babooseiras.."

Dialogar é a forma de pessoas inteligentes trocarem idéias e quando duas pessoas com uma idéia cada trocam idéias, se transformam em duas pessoas com duas idéias cada.

Monologar é rejeitar o diálogo de forma animalesca para que seu pequeno mundo não possa ser atingido por idéias maiores.

"Outra coisa: a única coisa que a mico$oft faz com a mão nas costas é contratar lobistas em empresas para manter o windows. "

Tem um link ?

"Estabilidade? Escalabilidade? Segurança? Não, em tudo o windows perde do Linux, do FreeBSD, do NetBSD."

Tem link ? Pode detalhar ? Porque o IIS 6, desde seu lançamento em 2003 teve aproximadamente 2 ou 3 erros críticos, apenas. Quantos essas edições do Linux tiveram no mesmo periodo ?

Ok, tudo bem, conte só o webServer, quantos ?

"Então, por que ainda usam???? Simples: aprisionamento + lobby."

Você já viu uma empresa usar algo para perder dinheiro ?

Pois é. As inúmeras empresas que utilizam ambiente windows não o escolheram para perder não.

Quando ganhar dinheiro for sinônimo de aprisionamento, vou desejar ir para a cadeia.

[]'s

Dennes

Gabriel Pnordico said...

Baboo,

Me desculpa mas você está mostrando para todos os presentes uma falta de conhecimento absurda e informações confusas, já que sabemos que a DELL a algum tempo atrás passou a vender seus notebooks com o Ubuntu e, do mesmo modo, HP, Dell cada vez dando mais suporte, e não entenda suporte como "driver que funciona".

Você afirmar que o "aprosionamento" não é lobby? Tá de brincadeira né? Sinceramente, você é um grande piadista... Pena que as piadas não têm tanta graça assim.A microsoft faz lobby sim, oferece "vantagens" para instituições (licensas gratuitas ou 'quase de graça'), monta células acadêmicas (que não desenvolvem nada, apenas fazem mais e mais propaganda, além de eventualmente distribuir algumas licenas gratuitamente), além de muitas outras táticas obscuras ou não, como manipulação de mercado, subsídios a empresas desenvolvedoras para desenvolverem apenas para uma plataforma (a da MS, é claro), e a disseminação constante de FUDs.

É só analisar, meu caro. Todos nós temos amigos (assim eu espero) e alguns deles usam o Windows. Mas qual deles está realmente satisfeito? Qual deles "arranca" um bom desempenho do hardware? Qual deles nunca sofreu com virus e ameaças? Mas também, qual deles sabem realmente usar um computador, além de "manipular mouse e teclado"?
Todos os que eu conheço que realmente dominam um computador, que sabem usar a máquina usam, no mínimo, dual-boot (por causa de certas aplicações, desenvolvidas por empresas que provavelmente são subsidiadas).

Eu chego a me sentir envergonhado por ver alguém defendendo a MS dessa forma... Fica até realmente difícil de acreditar que você não ganha algo em troca.

E, mais uma coisa, desde quando é LEI a utilização do SL pelo cidadão? De onde tirou isso?

Lembrando novamente, a IBM vende Linux, a DELL vende Linux, a HP vende Linux. E não vende como "sistema operacional pre-instalado no notebook", vendem soluções nessa plataforma (exceto a DELL, eu acho)

Dennes said...

André,

O artigo que você citou foi escrito por mim. Você indicou apenas um endereço de referência indireto.

Se você olhar o endereço original, indicado pelo Baboo (ops, você já olhou), verá que o texto que você copiou trata-se de um comentário do usuário cwars, porém em seu local de origem o comentário foi devidamente respondido, mas você não copiou a resposta.

Cheque novamente : http://www.meiobit.com/artigo/coisas_que_quase_ningu_m_sabe_sobre_microsoft

Obs : cwars é um usuário do MeioBit marcado como Troll

[]'s

Dennes

Dennes said...

Gabriel,

"Você afirmar que o "aprosionamento" não é lobby?"

Dê uma lida novamente no texto, com calma, e verifique se foi isso que foi falado. Pois depois de ler os comentários, não encontrei nada disso não.

Existe a afirmação de que windows não é aprisionamento+lobby, mas observou ai como etá distorcendo o assunto ?

"Tá de brincadeira né? Sinceramente, você é um grande piadista... Pena que as piadas não têm tanta graça assim."

Sua intenção é fazer uma troca de idéias sérias ou apenas ridicularizar, sem argumento algum ?

"A microsoft faz lobby sim, oferece "vantagens" para instituições (licensas gratuitas ou 'quase de graça')"

Você se refere a instituições de ensino, correto ?

Diversos softwares IBM são gratuitos para instituições de ensino, porque você não está falando da IBM também ?

A microsoft, por outro lado, faz com que as instituições de ensino sejam obrigadas a pagar um valor ridiculamente baixo (us$ 499/ano) mas pagar para poder usar os softwares e distribui-los aos alunos para uso em casa.

Desta forma é dado o devido valor aos softwares, ao invés de ser apenas algo gratuito.

A Microsoft tem programas acadêmicos, a IBM tem programas acadêmicos, várias empresas tem programas acadêmicos, e dai ?

"monta células acadêmicas (que não desenvolvem nada,"

Só alguem bem afastado desta realidade pode dizer que as células acadêmicas não desenvolvem nada.

Células acadêmicas estão na final da ImagineCup com projetos bem interessantes, acompanho uma que fez um projeto sobre coleta de lixo, muito legal.

Os projetos de anos anteriores da imagineCup foram igualmente muito bons.

Descontando-se as células que se destacam a nível nacional e mundial, já vi muitas pessoas mudarem completamente de vida depois de participarem das atividades de células acadêmicas.

O fato de algumas células acadêmicas não fazerem muito não permite que você generalize isso.

Aliás, o projeto das células acadêmicas não nasceu na Microsoft, mas foi idealizado por MVPs do Peru e de Pernambuco. Acompanhei o nascimento de perto e como educador, acredito no projeto e fiz um vídeo a respeito (http://www.bufaloinfo.com.br/celulasacademicas.asp)



"como manipulação de mercado,"

Tem link ?

"subsídios a empresas desenvolvedoras para desenvolverem apenas para uma plataforma (a da MS, é claro)"

Tem link ? Sou proprietário de uma empresa MS Partner e não conheço esses subsídios, nem sou obrigado a desenvolver só para uma plataforma.

Mas se tem subsídio, estaria disposto, pode me passar o link ?

"e a disseminação constante de FUDs."

Se não tiver os links acima, quem acabou de disseminar FUD foi você...

"Mas qual deles está realmente satisfeito?"

eu. Uso o vista desde beta

"Qual deles "arranca" um bom desempenho do hardware?"

Eu. sou um grande heavy user.

"Qual deles nunca sofreu com virus e ameaças?"

Eu. Depois que instalei o Vista, nunca mais tive problemas. E olha que tentei, viu ? Pedi que me enviassem arquivos com virus para que eu executasse, enviaram realmente, mas nenhum conseguiu causar dano nenhum na máquina. Queria ver se fazia um seguro e ganhava algum, mas não deu :-(

"Mas também, qual deles sabem realmente usar um computador, além de "manipular mouse e teclado"? "

Eu

"Todos os que eu conheço que realmente dominam um computador, que sabem usar a máquina usam, no mínimo, dual-boot"

Você precisa sair mais a noite, se divertir, andar apenas com gente nerd não leva a lugar nenhum.

Obs : Contra a falta de argumento lógico, só mais falta de argumento lógico, não tem jeito.


"E, mais uma coisa, desde quando é LEI a utilização do SL pelo cidadão? De onde tirou isso?"

Desligue seu campo de distorção da realidade e informe-se. Primeiramente em lugar nenhum do comentário ele falou cidadão, esse é o ponto.

Fazem anos, muitos anos, que as leis que tornam obrigatório o uso de software livre no governo estão sendo implementadas. Você perguntou desde quando, ai está.

[]'s

Dennes

Gabriel Pnordico said...

"Os MVPs (Most Valuable Professionals) Microsoft são pessoas reconhecidas, confiáveis e acessíveis, que têm experiência em um ou mais produtos Microsoft® e que participam ativamente de comunidades on-line e off-line com o intuito de compartilhar seu conhecimento e experiência com outros clientes Microsoft"

Um funcionário da Microsoft, reconhecido pela Microsoft, mas que o salário é pago por outra empresa.Foi o que eu consegui tirar de minha pesquisa sobre MVP.

Dennes said...

André,

"Um funcionário da Microsoft, reconhecido pela Microsoft, mas que o salário é pago por outra empresa.Foi o que eu consegui tirar de minha pesquisa sobre MVP."

Definitivamente, pesquisa on-line e interpretação não foram seu forte.

Em nenhum lugar você vai encontrar a informaçao de que os MVPs são funcionários da Microsoft, simplemente porque não é verdade, é apenas uma dedução sem sentido sua.

Esse pequeno detalhe, faz toda a diferença. É este detalhe que permite ao MVP dizer a qualquer momento "isso não funciona" sobre uma tecnologia Microsoft. O MVP tem essa liberdade, é , de certa forma, incentivado a fazer isso pela própria Microsoft e se pesquisar bem nos comentários do MeioBit encontrará mais de uma ocorrência de comentários meus assim.

A Microsoft não deseja "cordeirinhos" como MVP, deseja pessoas que discutam, falem mal, mas que tenham profundo conhecimento técnico para isso. Por isso, quando debatemos com pessoas com conhecimento técnico também muito bom na área do software livre os debates são extremamente construtivos tecnicamente.

Pesquise no MeioBit meus debates com Wallace e mais alguns outros usuários de lá e verá debates tecnicamente construtivos. Isso é o que se espera de um MVP.

O fato de que profissionais com profundo conhecimento técnico falem bem dos softwares produzidos pela Microsoft não é algo a ser deixado de lado.

[]'s

Dennes

Dennes said...

Desculpe, troquei os nomes : Gabriel

[]'s

Dennes

Anonymous said...

Sérgio e Dennes. Estes "pau mandados da microsoft insistem em tentar cobri o sol com a peneira. Você conhece estes textos abaixo:

"É impossível para o ISA Server 2004 proteger os clientes externos que conectam o externo malicioso ou Web Services baseados em SSL comprometidos. Isto se deve ao fato de que o tráfego de saída HTTPS é passado pelo ISA Server usando o SSL Tunneling, e não o SSL Bridging. Esses detalhes estão contidos na ajuda do ISA Server."

"A Microsoft não faz nenhuma garantia sobre estas informações. A Microsoft não se responsabiliza por quaisquer danos provenientes de fora ou com o uso ou divulgação destas informações. O uso destas informações é um risco do próprio usuário."


Outra coisa, é nítido as dificuldades do modelo de código fechado e da lógica de construção do windows:

"A internet sofreu na semana passada mais um ataque. Sob a ação do Slammer - worm que se aproveita de uma vulnerabilidade no banco de dados SQL Server, da Microsoft - a web ficou congestionada, e muitos sites fora do ar. O worm começou a se disseminar na madrugada do dia 18 e foi neutralizado no domingo. No Brasil, no entanto, sua ação não foi tão devastadora quanto na Ásia e alguns países da Europa e, por ter ocorrido no fim de semana, muitos internautas nem devem ter sentido seus efeitos."
Comitê Gestor da Internet no Brasil: http://www.cert.br/docs/reportagens/2003/2003-02-03a.html

A microsoft é uma das causas de grande vulnerabilidade da rede.

Tem links até o fim da vida:

http://info.abril.com.br/aberto/infonews/022006/20022006-1.shl

http://oglobo.globo.com/tecnologia/mat/2008/02/26/microsoft_reconhece_falhas_no_hotmail_messenger-425969664.asp

http://www.istf.com.br/vb/archive/index.php?t-1327

Dennes said...

Anonymous,

Não nos baseamos apenas naquilo que lemos para fazer afirmações, mas em nossos conhecimentos técnicos.

Sobre o ISA Server, passo, não é minha especialidade.

Sobre o SQL Server : Você notou que a notícia em questão é do ano de 2003 ?

Usar uma notícia de 2003 como se fosse atual não é algo muito sério...

[]'s

Dennes

Dennes said...

Anonymous,

Isa Server pode não ser minha especialidade, mas procurar algo na web é bem simples.

Neste link : http://www.microsoft.com/technet/archive/isa/2000/isafp1/sslbat.mspx?mfr=true você pode observar que desde a versão 2000 o ISA server suporta ambas as formas de roteamento SSL, é uma questão de escolha do administrador a forma que ele irá utilizar.

[]'s

Dennes

Gabriel Pnordico said...

Então, Dennes, você, uma pessoa que, pelo que vejo, diz ter opiniões sensatas e bem embasadas, concorda e aceita as táticas de mercado utilizadas pela MS?

Marco said...

É assim mesmo, Gabriel. Muda o tempo mas não mudam as coisas.
Os escribas também devem ter detestado a alfabetização assim como os copistas odiaram a imprensa.
Sempre haverá "pequenas elites" lutando contra o fim de seu "modelo de negócio", mesmo que isto gere mais atraso, miséria e desigualdade.
A sociedade só tem a ganhar com menos "escribas" e dar lugar a mais "escritores".

Anonymous said...

Cuidado com a estratégia dos funcionários da microsoft que frequentam este blog.
Eles mentem muito. Veja o que eles disseram:

"Neste link : http://www.microsoft.com/technet/archive/isa/2000/isafp1/sslbat.mspx?mfr=true você pode observar que desde a versão 2000 o ISA server suporta ambas as formas de roteamento SSL, é uma questão de escolha do administrador a forma que ele irá utilizar".

Veja o que um estudo de 29/07/2002 do pessoal da UNESP diz:

"Existem diversas vulnerabilidades sérias em servidores Microsoft SQL. Atacantes remotos podem obter informações importantes do banco
de dados, alterar o seu conteúdo, realizar operações que comprometam os serviços do Microsoft SQL Server, alterar algumas configurações
deste software e podem comprometer até mesmo o próprio servidor".
(http://grc.unesp.br/veralerta.php?id=29)

Repare que a UNESP tem parceria com a microsoft.

Baboo said...

Gabriel, vc afirma que MVP é "Um funcionário da Microsoft, reconhecido pela Microsoft, mas que o salário é pago por outra empresa", mas nada mais errado do que isso: eu sou MVP há 4 anos e não ganho um centavo da Microsoft nem de qquer outra empresa pelo trabalho que eu faço..

Vc erra em afirmar que eu "mostro para todos os presentes uma falta de conhecimento absurda e informações confusas", pois embora muitas empresas que vendam desktops e servidores tenham opção de Linux, o fato é que pouquíssimos querem computadores com Linux pré-instalado.

Nos EUA, as 600 lojas do Wal-Mart que vendiam desktops com Linux deixaram de fazê-lo por falta de interesse do consumidor, pois este preferia pagar um pouco mais e levar o mesmo computador com Windows pré-instalado. Nem aqui nem nos EUA as pessoas querem Linux em seus desktops ;)

Além disso, vende-se muito mais servidores com Windows do que com Linux e o aumento do nro de servidores com Windows é maior do que com Linux. Se vc acha que eu estou inventando isso, saiba que essa info é da Gartner (aquela mesma que alega que o "Windows está desmoronando") e foi publicada hj, 22/Mai/08. Mais detalhes em http://www.crn.com/hardware/208200121:

(...) Shipments of servers with the Linux operating system grew the fastest year-over-year, up 13.9 percent compared to the 6.8 percent growth of shipments of servers with Windows, Hewitt said. However, the overall base of Linux-based servers is still only half that of Windows-based servers, so in terms of absolute numbers, Windows- based server shipments grew faster.

Se para vc o Windows é inseguro, o que vc acha das notícias recentes sobre Linux ? Assinaturas digitais do Linux não servem para nada, ataque maçico a servidores com Apache, bugs críticos no kernel, etc etc etc ....

Tools circulate that crack Debian, Ubuntu keys
The tools take advantage of a recently discovered vulnerability and can be used to forge digital signatures and steal confidential information
http://www.infoworld.com/article/08/05/15/Tools-circulate-that-crack-Debian-Ubuntu-keys_1.html

Attack Against Linux Apache Servers Intensifying
A mass attack ongoing for the past month against Linux Apache Web servers has become increasingly successful because its break-in method makes use of an automated password and installation process, according to a security researcher monitoring its progress
http://www.pcworld.com/businesscenter/article/141651/attack_against_linux_apache_servers_intensifying.html

'Critical' Linux kernel bugs discovered
http://www.neowin.net/news/main/08/02/15/critical-linux-kernel-bugs-discovered
Security researchers have uncovered "critical" security flaws in a version of the Linux kernel used by a large number of popular distributions. The three bugs allow unauthorized users to read or write to kernel memory locations or to access certain resources in certain servers, according to a SecurityFocus advisory.

Gabriel said...

Baboo,

Você falou, falou, falou e não disse nada que agregue valor à discussão. Tática típica de certos segmentos que não sabem argumentar, aí mostra duas notícias que também não representam muita coisa.

Ai você vem querer questionar a segurança do GNU/Linux,usando argumentos fracos e confusos (da notícia).

Quer que eu poste a quantidade de notícias relacionadas a ameaças para o Windows?
Acho que não vai ser fácil para mim (seriam links demais, uma lista enorme). Então se for para comparar a segurança dos sistemas, acho melhor você ficar quieto no seu canto.

Anonymous said...

POR DEFINIÇÃO software fechado é INSEGURO.
Nem todo software livre é seguro, mas ele pode ser auditado.
Sabendo desta verdade, desde 2003, a microsoft abre seu código para governos IMITANDO o modelo Open Source.
É A ESTRATÉGIA de DAR OS ANÉIS PARA NÃO PERDER OS DEDOS...
A microsoft copia cada vez mais o modelo de software livre.

O engraçado é que a notícia é do site do Baboo:

"A gigante do software lançou o Government Security Program há duas semanas como uma forma de acabar com a preocupação que diversos governos têm em relação à segurança de seu sistema operacional. O programa, visto como a resposta da Microsoft à crescente adoção do Linux, já conta com a participação da Rússia e da Organização do Tratado do Atlântico Norte. Segundo comunicado emitido pelo governo do Reino Unido, a nação firmará acordos semelhantes com outras empresas de software."

http://www.baboo.com.br/absolutenm/templates/content.asp?articleid=2843&zoneid=4&resumo=

MICROSOFT É UM POÇO DE INSEGURANÇA E O GOVERNO DA BAHIA VAI SE ATOLAR EM VÍRUS.
VOU FAZER UM LEVANTAMENTO DAS NOTÍCIAS DE VULNERABILIDADES DA MICROSOFT SÓ NO SITE DO BABOO E VOU PUBLICAR AQUI.
VAMOS VER O QUE O GOVERNO DA BAHIA VAI DIZER...

O GOVERNO DA BAHIA VAI COMPRAR LICENÇAS DO VISTA PARA SALVAR A MICROSOFT. PRIMEIRO, ELES DIZEM QUE SERÃO DOADAS PARA ESCOLAS. DEPOIS OS ÓRGÃOS DAS ADMINISTRAÇÃO COMEÇARÃO A COMPRAR AS LICENÇAS. QUEM SERÁ QUE A MICROSOFT TEM COMO CONSULTOR NO GOVERNO DA BAHIA??? VAMOS PUBLICAR O NOME.... VAMOS???

Baboo said...

Gabriel, se vc não entendeu o que eu escrevi, leia novamente. O usuário não quer Linux no seu desktop e isso já está comprovado com fatos reais: 73% dos usuários de computadores novos c/ Linux no Brasil mudam para Windows e no Wal-Mart as vendas de computadores com Linux para a população em geral foi um fracasso. Vc gostando disso ou não..

De qquer modo o Linux tem o seu nicho, como qquer outro SO do mercado. Ele só não faz tanto sucesso nem é tão desejado quanto vcs gostariam..

Não fique bravinho só porque eu mostrei que o Linux não é tão seguro quanto vc imagina - afinal ele foi criado por humanos, que erram muito ;)

Anônimo, defender que "POR DEFINIÇÃO software fechado é INSEGURO" é defender a ignorância, pois você não pode comprovar que um software é inseguro só porque ele é fechado.

Há muito tempo o Windows também pode ser auditado - e a notícia do BABOO de 2003 que vc postou apenas comprova isso..

A Microsoft Brasil é a segunda subsidiária que mais cresce em faturamento com ERP e CRM e ela fatura quase R$ 1 bi por ano. A Microsoft não precisa "ser salva" com algumas cópias vendidas p/ a Bahia ...

Se vc gosta de estatísticas de vulnerabilidade e quiser fazer um levantamento sério sobre isso, faça do jeito certo: vá no SecurityFocus, Secunia e outros.

Exemplos simples:
Windows XP = 34 vulnerabilidades
Windows Vista = 20 vulnerabilidades
MacOS X = 243 vulnerabilidades
http://blogs.zdnet.com/security/?p=758

Há anos o Linux tem muito mais vulnerabilidades do que o Windows. Em 2005, por exemplo, o United States Computer Emergency Readiness Team (US-CERT), publicou que dentre as 5.198 vulnerbilidades reportadas, 812 eram do Windows e 2.328 eram do Linux/Unix (http://www.technoclicks.com/article-1585.php). Desde então houveram vários artigos mostrando que o Windows tem menos vulnerabilidades: http://www.crn.com/software/159904708 (de 2005), http://blogs.zdnet.com/Ou/?p=147 (de 2006), http://blogs.csoonline.com/node/218 (de 2008)..

Na verdade esses nros estão perdendo importância, pois hj em dia o foco do ataque dos hackers e crackes é cada vez mais nas aplicações que rodam nos computadores, e não nas vulnerabilidades do SO em si..

[]s

Gabriel Pnordico said...

"73% dos usuários de computadores novos c/ Linux no Brasil mudam para Windows"

Baseado em que você afirma isso? Você esteve na casa de cada um dos compradores?

"afinal ele foi criado por humanos, que erram muito"
E o windows foi criado pelos Deuses.

"Você não pode comprovar que um software é inseguro só porque ele é fechado."
E também não pode comprovar que é seguro. Já quando o código é aberto é muito mais fácil detectar e corrigir falhas e vulnerabilidades. Isso é fato.

É muito fácil mostrar alguns números e ficar satisfeito com isso... Eu mesmo posso comprar uma pesquisa que vai dizer que serei eleito em primeiro turno para a presidência do país... e o melhor, ainda posso publicá-la. Incrível, hein?

Vejo também que desde o começo tá apenas postando links, isso é coisa de quem não tem conhecimento suficiente para manter uma discussão ou de quem não tem opinião própria.

Baboo said...

Computador para Todos: 73% dos usuários trocam Linux por Windows:
http://idgnow.uol.com.br/computacao_pessoal/2006/11/21/idgnoticia.2006-11-21.0896416348/

Todo SO tem falhas e o Windows não está imune a elas.

Eu posto links para apoiar a veracidade das minhas idéias, ao contrário de vc que escreve qquer abobrinha e acha que todos vão acreditar no que vc escreve.

Se vc acha que tem razão no que vc defende, ao menos poste informações REAIS que dêem credibilidade às suas idéias e argumentos...

Gabriel Pnordico said...

Então a informação só é REAL se estiver publicada em algum site?

Eu posso comprar um domínio e um servidor e armazenar qualquer informação, inclusive tudo o que eu disse, isso vai tornar a informação REAL, mesmo que ela não seja?


Mandou bem, campeão. Você é um gênio, muito esperto.
Merece até uma estrelinha dourada.

Baboo said...

A idéia que vc defende tem mais credibilidade se ela utilizar como referência informações reais publicadas por empresas idôneas. A web tem muita porcaria e é necessário filtrar o que presta e o que não presta.

Eu poderia entupir a nossa discussão com links de domínios desconhecidos, mas isso não ajudaria muito a defender as minhas idéias. O mesmo aconteceria com vc.

Ao postar o resultado de uma pesquisa realizada por uma empresa/organização conhecida (como a ABES) e publicada por uma das maiores empresas de mídia de informática (Computerworld), a credibilidade da informação é muito maior e é mais difícil contestar a veracidade e realidade dos fatos apresentados.

É o caso da pesquisa que mostra que 73% dos usuários de computadores com Linux pré-instalados substituem ele por Windows, publicada em http://idgnow.uol.com.br/computacao_pessoal/2006/11/21/idgnoticia.2006-11-21.0896416348/

Não é à toa que até um dos principais sites nacionais de Linux também publicou essa info: http://br-linux.org/linux/idg-now-computador-para-todos-73-dos-usuarios-trocam-linux-por-windows

O mesmo se aplica à informação do Walmart parar de vender computadores com Linux e aos demais links que eu postei acima. Não precisa ser gênio para isso; basta ter bom-senso..

Gabriel said...

Sim, e?

O que você está querendo mostrar com isso?

Como eu já disse, eu vejo você postando links e informações vazias, confusas e vindas de tudo que é fonte, mas não vejo você dizer qual o ponto de vista que você quer mostrar.

Baboo said...

Gabriel, deixe de papo furado: se vc não vê nada (links, informações e ponto de vista), simplesmente releia tudo que eu postei acima..

Gabriel said...

Eu só pedi pra você dizer o que é que você está tentando defender.

É tão difícil responder?

Bud Spencer said...

Eu como user uso o Linux desde 2003 e afirmo o Linux sustitui o WIndows tranquilamente. Suas ferramentas gráficas dão banho nos da Microsoft. O photoshop nem dela é. É da Adobe que portou para o rWindows.

NA minha cidade, na minha faculdade estão trocando tudo proprietario pelo Livre e o povo nem tá reclamando.

DE fato o windows tem games e os melhores games estão no Windows. Mas a microsoft faz jogo nenhum.

é como a famigerada Sony que fez o PSONE
que só tinha pra se salvar os games mas quando a verdade foi revelada nessa geração PS3 ela se ferrou lindinho.

o Gimp e o Inkscape não devem nada aos proprietários e...

O firefox hoje em dia é mais usado que o I.E. não preciso de pesquisa pra me provar nada

eu VEJO

e Baboo é um babaca. Nem em fórum de games o pessoal confia no windows

Baboo Fede

Bud said...

Ah sim a M$ uma vez ou outra faz joguinhos, mas o público não gosta


Microsoft < ALL

BABOO é altamente parcial até agora ele não meteu o pé na versão beta do I.E. 8 que tá um lixo assim como o 7 estável.

Agora o Google Chrome que não é feito por Bill e Companhia ele mete o pé.

Sabe por que?

1- ou ele é doente mental
2- ou estão pagando muito bem a ele(o mais provável)
3- ou ele é doente mental
4- ou ele é doente mental

não importa nem um pouco quanto esse imbecil usa windows.

Quem define a mídia é a massa, a população.

E enquanto no forum do baboo postam inverdades (na verdade você não encontra nada)

Nem vou citar nome de lugares que estao usando Linux pra baboo e cia ir lá fazer lavagem cerebral :)

Baboo said...

Hehehe... o "outro lado" da inclusão digital é exatamtente isso: sem moderação, ela permite que qquer pessoa igorante ("MS faz jogo nenhum (sic)", "GIMP nao deve nada aos proprietários", "Firefox é mais usado que o IE" ...) e mal-educada como vc tenha um espaço para postar ofensas gratuitas. Será que o Serginho é a favor disso ?

Pessoas sábias falam sobre idéias
Pessoas comuns falam sobre coisas
Pessoas medíocres falam sobre pessoas

;)

Anonymous said...

Baboo,
Pessoas sábias falam sobre idéias;
Pessoas comuns falam sobre coisas;
Pessoas medíocres falam sobre pessoas;
Pessoas maldosas falam sobre as maravilhas de estar fidelizado por uma grande corporação...

Anonymous said...

O Exército e a Aeronáutica estão migrando para GNU/Linux. Não imagino a razão disso.

Anonymous said...

I'm wondering if I can share them but I'm not talking about using the Internet on my laptop through my iPhone.



________________
[url=http://unlockiphone22.com]unlock iphone[/url]

Marco said...

Olha como são as coisas. As coisas mudam: Baboo se rende ao software livre.

O mundo gira, gira, girafa.

Marco said...

Que tal se candidatar ao emprego, a vaga foi aberta pela saída do Baboo:

Vaga na Microsoft - Perception Change Agent.

Abriu vaga na Microsoft.

"Se você baixa o sarrafo no linux, detesta os seus usuários, geralmente se refere a eles como xiitas e freetards, seu lugar é conosco!!!
Como Steve B falou, marketing is war, e, nessa guerra precisamos de você, que conhece a fundo o Linux e o Open Office, venha fazer parte do evangelismo de marketing da Microsoft e seja um Perception Change Agent, para trabalhar junto de governos, empresas e imprensa, apontando todas as falhas desses dois produtos, Linux e Open Office, e nos ajude a mudar a percepção de que estes produtos são viáveis, baratos e alternativas aos nossos produtos, de reconhecida qualidade e estabelecidos desde os anos 70."
Fica aí a dica para tantos colegas de comunidade, que falam mal e baixam o sarrafo no Linux e Open Office de graça, fazerem isso e serem pagos ainda por cima... Que tal???
O anúncio foi adaptado do original:

https://careers.microsoft.com/JobDetails.aspx?ss=&pg=0&so=&rw=1&jid=9914&jlang=EN